Resgate de previdência privada, é possível? Como pode e deve ser feito

Por Marketing Ciclic0

Depois de anos de contribuições e de muito foco para não efetuar o saque antes da hora, o seu dinheiro vai servir para realizar o seu sonho

Você já ouviu dizer que não é possível efetuar o resgate de previdência privada? Esqueça essa conversa, pois se trata de um dos muitos mitos que envolvem esse tipo de investimento.

Quem divulga esse tipo de informação provavelmente foi alguém que tentou realizar o saque antes do prazo combinado e acabou desistindo.

Quando você realiza um investimento, o dinheiro é seu por direito, excetuando-se taxas e imposto. A previdência funciona exatamente dessa forma: tudo o que você investiu será revertido de volta para você, na data estipulada.  

Para compreender como sacar a previdência, vamos retornar ao funcionamento desse plano, assim não ficarão dúvidas.

Como funciona a previdência privada?

Em um plano de previdência privada, você contribui para o seu futuro.

Ou seja, realizando aportes com o valor que você deseja e com a periodicidade que você pode pagar, em médio ou longo prazo você receberá proporcionalmente o seu investimento mais os rendimentos acumulados no período.

Quem define o prazo para resgate de previdência privada é você, de acordo com o seu objetivo.

Se a ideia é comprar um carro, um vencimento para daqui a 5 anos parece razoável, certo? Agora, se você vai usar o plano para ter uma aposentadoria mais confortável, o resgate deve ser feito daqui a 20 ou 30 anos.

No caso de resgates com foco na aposentadoria, eles podem ser feitos integralmente ou mensalmente, de forma vitalícia ou temporária, e seus herdeiros podem usufruir ou não do benefício. Também é você quem decide todos esses detalhes na hora de contratar o seu plano.

resgate de previdência privada

Leia também - O que é previdência complementar e como posso utilizar?

Efetuando o resgate de previdência privada

Caso você esteja chegando ao final do vencimento da sua previdência privada, está na hora de começar a pensar no resgate dos valores.

Lembre-se que tudo depende do negócio que você fechou e eventuais mudanças no contrato realizadas lá atrás.

Antes de mais nada, você deve ficar atento à taxa de saída, também chamada de taxa de carregamento postecipada.

Nos planos comuns, essa taxa, de em média 5% sobre o total, é aplicada mesmo após você ter cumprido o prazo e ter conquistado o direito de retirar todo o rendimento acumulado depois de anos de muito esforço.

Na Ciclic,a taxa de carregamento é inexistente. Ou seja, ela é de 0%. Não é cobrada em nenhum momento do seu investimento. Nem quando você começa a realizar aportes, nem quando chega a hora do resgate. 

Também é preciso prestar atenção aos regimes de tributação que você escolheu. Eles podem ser regressivo ou progressivo.

No regressivo, é com base no tempo de permanência no plano que o imposto de renda será incidido. Quanto maior o seu prazo, a alíquota diminui com o passar do tempo, variando entre 35% nos primeiros 2 anos e 10% após o décimo ano.

Já no progressivo, a alíquota do IR incide sobre quanto você irá resgatar mensalmente após o período de contribuição. Dessa forma, rendimentos de até R$ 1903,98 são isentos da tributação e aqueles acima de R$ 4.664,68 pagam uma alíquota de 27,5% para o Leão.

Não deixe de ver - Planejamento financeiro: 10 projetos de vida fantásticos para te incentivar!

resgate de previdência privada

Resgatei o dinheiro. E agora?

Agora é só alegria! Uma vez que você fez o resgate de plano de previdência, você poderá aproveitar o seu dinheiro como quiser.

Preferencialmente, você deve usá-lo para aquele fim que planejou na época em que você abriu o plano. Porém, pode ser que no meio do caminho você tenha mudado de ideia sobre o melhor destino para o seu dinheiro.

De forma geral, quem opta por sacar o rendimento de uma só vez tem um projeto em mente. Começar o próprio negócio, quitar a faculdade, comprar a casa própria, tirar um ano sabático, viajar o mundo e muitas outras conquistas podem ser alcançadas graças à sua previdência.

Quem prefere receber mensalmente algum valor tem o benefício de aproveitar muito melhor e com mais segurança a aposentadoria, complementando a renda que você já recebe pela previdência tradicional.

Viu só como fazer o resgate do seu plano é mais simples – e mais prazeroso – do que você imaginava? Comece a sua previdência privada na Ciclic para viver essa experiência daqui a alguns anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

veja também outros posts de previdência

Tipos de aposentadoria: Mitos e verdades para você ficar por dentro!
Finanças pessoais / 25 de outubro de 2018
Tipos de aposentadoria: Mitos e verdades para você ficar por dentro!
Tudo o que você precisa saber sobre um dos benefícios mais importantes da vida de todo trabalhador. Todo mundo fala sobre aposentadoria, mas você...
Entenda como a Ciclic tem a taxa de carregamento zerada!
previdência / 18 de outubro de 2018
Entenda como a Ciclic tem a taxa de carregamento zerada!
Você já ouviu falar nessa taxa? Como ela influencia na sua previdência privada? Descubra aqui Se você é um iniciante no mundo dos investimentos,...
5 erros que você deve evitar ao começar seu investimento em previdência privada
Finanças pessoais / 3 de setembro de 2018
5 erros que você deve evitar ao começar seu investimento em previdência privada
Investir a médio e longo prazo exige certo  conhecimento sobre o plano contratado e muita dedicação com seus objetivos Se você tomou a iniciativa...

Veja algumas idéias do que você pode conquistar