Ciclic
investimentos-brasil

Melhores investimentos no Brasil. Prós e contras.

A falta de conhecimento sobre os vários tipos de investimentos financeiros que existem no Brasil pode fazer muita diferença na hora de ver o patrimônio acumular. 

Com a crise econômica brasileira, as pessoas têm buscado formas mais atraentes de alavancar a vida financeira. Mas, como investir dinheiro? O melhor jeito de é conhecendo os melhores investimentos no Brasil, analisando seus prós e contras.

Na prática, isso quer dizer que nem todo recurso financeiro que você aplicar vai gerar os melhores resultados. E não porque um produto é melhor do que o outro, mas porque eles são diferentes, com características específicas, e, por isso, servem para propósitos diferentes.

Para termos uma melhor ideia de como tudo funciona, vamos fazer uma comparação com o mercado de automóveis. É muito fácil entender, acompanhe o pensamento. Se você está participando de uma corrida, claro que os carros mais potentes, de melhor arranque, vão ser a melhor opção. Aí você tem que somar também outros pontos, como a aerodinâmica, os pneus, o combustível.

Mas, se você está pensando em comprar um veículo para ir trabalhar, todos os dias, então, a sugestão pode ser pensar em um carro popular, que tenha custo de manutenção baixo e que seja econômico, por exemplo.

O que mudou na escolha do seu carro? Só existe uma resposta para essa pergunta… Você já sabe? O que mudou foi o seu objetivo: em um era ganhar a corrida e em outro apenas o transporte de um ponto para outro.


Assim que funciona o mercado financeiro brasileiro

Por exemplo, se você pensa em juntar dinheiro para o futuro, para ter uma aposentadoria mais confortável, tem um tipo de investimento que é recomendável. Mas se você pensa no curto prazo, outro será melhor – Confira no final do artigo!

É por isso que existem tantos tipos de investimentos financeiros, como bancos e corretoras disponíveis e, também por isso que é praticamente impossível julgar que um seja melhor do que o outro se você não tiver um objetivo traçado. 

Neste artigo, nós temos o interesse de te apresentar algumas dessas aplicações, independente de qual seja a sua meta. Ao final da leitura, você vai conseguir estabelecer qual é a indicada para você e qual não é.

É a partir desse conhecimento simples, prático e tão necessário que você vai entender perfeitamente como investir dinheiro pensando sempre no seu perfil, no seu objetivo, na sua realidade financeira.


Prós e contras de 3 tipos de investimentos financeiros

Agora, portanto, leve em conta analisar as vantagens e as desvantagens de cada um dos investimentos listados – eles têm a ver com o prazo de resgate, valor inicial para aplicar, risco e taxas. Atente-se!

pros-contras-investimentos


1 – CDB (Certificado de Depósitos Bancários)

Esse é considerado o investimento número 1 dos títulos da Renda Fixa – logo, é possível notar que é uma opção conservadora, ou como os especialistas gostam de chamar, de baixo risco.

Os CDBs são ativos que são disponibilizados pelos bancos, mas que podem ser encontrados também nas corretoras de valores. Assim, o banco pega o seu dinheiro para financiar seus próprios projetos e paga ao investidor uma taxa de juros.

O grande segredo para quem vai investir em CDB é aplicar nos bancos pequenos e médios que tem a mesma segurança dos grandes. Vamos falar disso nos tópicos abaixo, confira.

 

Os prós dos CDBs

Por serem emitidos pelos bancos, os CDBs têm a segurança do FGC (Fundo Garantidor de Crédito). Assim, esse fundo garante as suas aplicações em valores que vão até 250 mil reais. Essa garantia vale para todos os bancos – pequenos, médios e grandes. Investir dinheiro nos pequenos e médios é mais vantajoso pelo simples fato deles oferecerem rendimentos melhores.

Também podemos considerar como ponto positivo o fato de que os valores iniciais para aplicações normalmente são medianos – é possível encontrar CDBs a partir de 1 mil reais.

 

Os contras dos CDBs

Aqui existem dois pontos a ser destacados: rentabilidade e liquidez. A rentabilidade dos CDBs segue o pagamento feito em cima de uma taxa de juros chamada CDI (Certificado de Depósito Interbancário). Assim, alguns títulos pagam 75% do CDI e outros podem chegar à 120% dessa mesma taxa.

Obviamente, quanto maior a porcentagem paga pelo banco, mais lucro o investidor terá. Por outro lado, há de se considerar que essas taxas não representam muito ganho frente a outras opções de investimento. O CDB é conservador, portanto, não se pode esperar rentabilidade exorbitante.

No caso da liquidez, que tem a ver com o prazo de resgate, ela é considerada baixa. O que isso quer dizer? Quando você opta por um CDB vai precisar esperar algum tempo para sacar o investimento. Esse tempo é variável podendo ser de 12, 24 ou 36 meses. Assim por diante.

Se você resgata o valor antes dos prazos combinados, sua rentabilidade pode ser insignificante, ou seja, perde todo o foco do negócio – que é gerar juros.

As letras de crédito (Imobiliária e do Agronegócio)

Essas opções são bastante parecidas com os CDBs. A diferença é que são isentas do imposto de renda no rendimento (esse é o ponto positivo). Mas, normalmente, cobram altos valores para aplicações (esse é o lado ruim).

 

2 – Títulos Públicos

Esses títulos também são parecidos com os CDBs, mas com algumas diferenças. Vamos citá-las nos prós e contras, acompanhe.


Os prós dos títulos públicos

Aqui também existem dois pontos muito consideráveis. O primeiro é o fato de que esse investimento é emitido pelo Tesouro Nacional, que é do Governo Federal. Assim, a segurança dele é considerada maior do que a dos bancos, por exemplo. É a aplicação mais segura do mercado.

Outro fato é o que os títulos públicos também são considerados investimentos democráticos. Isso porque com apenas 30 reais já é possível tornar-se um investidor do Tesouro Direto.


Os contras dos títulos públicos

Os contras são os mesmos dos CDBs: baixo rendimento e falta de liquidez. Nesses títulos existem várias modalidades, que pode alterar a rentabilidade de cada título, porém, por melhor que ele seja dificilmente chegará aos maiores rendimentos do mercado financeiro.

Além disso, também é preciso levar a aplicação até o vencimento final.

 

3 – O mercado de ações

Esse, com certeza, é o investimento mais “diferente” de todos aqui citados. E é uma pergunta muito comum das pessoas – como investir dinheiro em ações? As ações pertencem ao mercado de renda variável – justamente porque os rendimentos não são fixos a uma taxa de juros, como o CDI ou a Selic.

Confira os pontos abaixo para entender tudo!

 

analisando-mercado-de-acoes

 

Os prós das ações

Investir dinheiro em ações é como se tornar sócio delas. Assim sendo, você ganhará dinheiro a partir do momento que a empresa crescer, se desenvolver, vender seus produtos e, enfim, se valorizar. Isso é bom, teoricamente, porque seus investimentos podem ter rentabilidades muitas vezes maiores do que aquelas da renda fixa.

Para você ter uma ideia, conseguir um rendimento de 1% ao mês na renda fixa é algo visto como limite máximo nos dias atuais. Já nas ações, existem históricos que provam que essa taxa de ganho pode ser de mais de 10% no mesmo período.

 

Bônus: Previdência Privada no Brasil

A previdência privada é um tipo de investimento extremamente seguro que pode ser o passo ideal para quem quer sair da poupança, buscando mais rentabilidade, mas sem abrir mão da segurança e praticidade.

Ela pode ser utilizada de diversas maneiras e, durante muito tempo, o foco era a utilização para a aposentadoria. Há uma modalidade que você investe uma quantia mensalmente para resgatar também mensalmente quando se aposentar, assim complementando sua renda da aposentadoria social (e é por isso que, algumas vezes, ela é chamada de aposentadoria complementar).

Além disso, a previdência privada também pode ter um prazo mais curto, como 1 ano por exemplo. Mas, aí você pensa que tem muitas taxas e impostos, certo?

Não. Na Ciclic, por exemplo a taxa de carregamento é zerada. Isso significa que do primeiro aporte até o momento do resgate essa taxa não vai ser cobrada do seu investimento. Com isso, garantimos aumento da sua rentabilidade e um cuidado especial com o seu dinheiro.

 

 

Aproveite para fazer uma simulação da sua previdência privada

 

Qual o melhor investimento financeiro no Brasil?

Como falamos no início, não existe o melhor investimento financeiro do mundo, mas existe um que é ideal para você. 

Mas, claro que fazer isso não é tão fácil assim – você vai precisar ter muito conhecimento sobre cada tipo de investimento no Brasil que vai aplicar o seu valioso dinheiro. Agora que conhece os prós e contras, tudo ficará mais fácil. Pense nos seus objetivos e considere as aplicações listadas aqui.

Deixe seu melhor e-mail para receber nossos conteúdos