Cálculo de previdência privada – Como garantir uma boa condição monetária na melhor idade?

Por Marketing Ciclic4

Contribuições para a previdência devem iniciar o quanto antes para que você possa desfrutar de uma aposentadoria livre de preocupações financeiras

A aposentadoria não deve ser discutida apenas quando você está prestes a se aposentar, pois ninguém quer ser um dependente exclusivo da previdência social. Outro ponto a mencionar é a instabilidade que a Prev. Social possui. O que deixa o aposentado sem dados concretos sobre o recebimento do seu dinheiro.

É preciso poupar e fazer o cálculo da previdência privada para que você desfrute dessa fase da vida.

Segundo um estudo feito pela consultoria Mercer em 11 países, 75% das pessoas não estão se planejando para a aposentadoria, e 68% acreditam que nunca poderão parar de trabalhar devido à necessidade de renda.

Se você é jovem e vive no Brasil, essa também pode ser a sua impressão.

Com o aumento da expectativa de vida, as dificuldades de ter acesso a um serviço de saúde de qualidade e a reforma previdenciária ainda indefinida, investir na previdência privada é a melhor maneira de evitar a situação apresentada na pesquisa acima.

>> Veja também - Existe um valor mínimo para investir na previdência privada?

Conheça a previdência privada

Um plano de previdência privada é um investimento de renda fixa, ou seja, mais simples para calcular o retorno na hora da restituição.

Trata-se de um investimento de médio ou longo prazo que tem como objetivo complementar a previdência social oferecida pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) do governo, embora também possa ser usado para financiar uma casa, um carro, fazer uma viagem ou realizar algum outro sonho.

Além disso, os planos de previdência são interessantes para se obter ganhos com benefícios tributários, como tabela regressiva, pagamento de imposto de renda apenas no final do plano e abatimento no imposto de renda.

cálculo de previdência privada

Na previdência, você escolhe o valor e o tempo que deseja contribuir. É possível contribuir com qualquer valor, em qualquer periodicidade e por muitos anos; quanto mais você contribuir, mais você poderá resgatar no futuro.

Uma vez respeitada as condições do contrato, você pode receber sua reserva como uma renda mensal– opção perfeita para os aposentados – ou de uma só vez, caso você queira concretizar um projeto. Mas, é importante entender que resgate e concessão de benefícios são duas ações diferentes.

Para garantir uma aposentadoria com uma boa condição monetária, você deve realizar o cálculo da previdência privada. Entenda porque isso é importante e como calcular.

>> Veja também - Poupar para aposentadoria: Como adotar esse hábito agora!

Faça o cálculo da previdência privada

Poupar dinheiro é sempre muito importante para o seu futuro e o ideal é que você comece a fazer isso o quanto antes. Tudo bem iniciar com só um pouco por mês – conforme as suas condições forem mudando, você vai economizando mais com o passar dos anos.

Para realizar o cálculo de previdência privada, você deve pensar, de forma realista, em três fatores:

- Na idade que gostaria de parar de trabalhar

- Em quais serão os seus gastos após a aposentadoria

- Em qual é o valor mensal necessário para arcar seus gastos durante os próximos anos da sua vida.

Pense que um dos objetivos da Previdência Privada é garantir que você aproveite a melhor idade com mais conforto e com menos preocupações financeiras.

Agora, vamos a uma simulação, imaginando um cenário realista para viver uma aposentadoria modesta.

Vamos supor que você tem 25 anos e pretende encerrar sua carreira aos 65 anos.

Considerando a expectativa de vida média do brasileiro atualmente de 74 anos, segundo o IBGE, após você se aposentar, você ainda irá viver pelo menos mais 9 anos – vamos arredondar para dez.

Seus gastos básicos por mês serão com alimentação (R$ 500), saúde (R$ 2000) e habitação (R$ 1000), totalizando R$ 3.500 mensais.

Perceba que não estamos considerando custos com transporte, lazer e despesas extras.

Para que você tenha um “salário” compatível com as suas despesas no futuro, durante 40 anos, a sua contribuição mensal para a previdência tem que ser de apenas R$ 170 por mês.

Agora vamos ver o que acontece quando você deixa para começar a economizar mais tarde...

cálculo de previdência privada

Se você começar o seu plano de previdência privada aos 40 anos, levando em consideração a mesma idade prevista para a aposentadoria, os mesmos gastos e o mesmo valor necessário, os depósitos mensais deverão ser muito mais elevados: R$ 1350 por mês.

É claro que essa breve e simples simulação é apenas um exemplo, mas está bem próximo a realidade para incentivar você a inaugurar o seu plano de previdência o mais rápido possível.

No mundo real, a previdência privada está sujeita a taxas, impostos e oscilações, além da rentabilidade. No entanto, ainda assim esse é um benefício que irá compensar se você pensar a longo prazo, pois deixará você independente da previdência social.

Além disso, vale lembrar que o valor do depósito e o intervalo entre as parcelas não são fixos.

Você pode, inclusive, fazer uma alta contribuição hoje e deixar seu dinheiro rendendo por 30 anos. Também pode usar o que restou do 13º salário ou da restituição do imposto de renda para dar um upgrade no seu plano.

E se você teve um imprevisto nesse mês e não pode contribuir, não há problemas. Basta se programar para continuar com os depósitos o mais rápido possível, sem prejuízos para o rendimento e sem cadastros negativos de crédito.

Porém, lembre-se que o valor que estará na sua reserva será proporcional ao quanto você investiu ao longo dos anos. Sendo assim, quanto mais você investir ao longo da sua vida, melhor você viverá a sua melhor idade.

O que achou das nossas dicas? Deixe nos comentários a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    1. Oi Rafael,

      Em nosso site você encontra um simulador de aposentadoria, onde é possível realizar testes, até chegar no plano que melhor se adequa ao seu momento.
      O calculo varia de acordo com a sua idade e renda mensal.

      Qualquer dúvida que surgir, entre em contato com o nosso time de Especialistas (www.ciclic.com.br/contato/).

    1. Oi Claudia,

      Não temos vínculos com a previdência social.
      A Ciclic é uma plataforma financeira 100% digital que tem como objetivo ajudar você a realizar seu sonho, a partir de um plano de investimento.
      Surgimos com o intuito de te ajudar a guardar dinheiro e fazê-lo render – atualmente, em uma média de 7% a 9% ao ano, de acordo com o plano escolhido.
      Nosso principal produto é o plano de previdência VGBL e temos os nossos fundos geridos pela BB DTVM, a maior gestora de recursos financeiros do Brasil.

      O que acha de abrir um chat conosco e tirar todas as suas dúvidas?
      Funcionamos de segunda a sexta, das 9h às 18h

      Nos vemos lá. 🙂

veja também outros posts de previdência

Tipos de aposentadoria: Mitos e verdades para você ficar por dentro!
Finanças pessoais / 25 de outubro de 2018
Tipos de aposentadoria: Mitos e verdades para você ficar por dentro!
Tudo o que você precisa saber sobre um dos benefícios mais importantes da vida de todo trabalhador. Todo mundo fala sobre aposentadoria, mas você...
Entenda como a Ciclic tem a taxa de carregamento zerada!
previdência / 18 de outubro de 2018
Entenda como a Ciclic tem a taxa de carregamento zerada!
Você já ouviu falar nessa taxa? Como ela influencia na sua previdência privada? Descubra aqui Se você é um iniciante no mundo dos investimentos,...
Resgate de previdência privada, é possível? Como pode e deve ser feito
previdência / 10 de setembro de 2018
Resgate de previdência privada, é possível? Como pode e deve ser feito
Depois de anos de contribuições e de muito foco para não efetuar o saque antes da hora, o seu dinheiro vai servir para realizar...

Veja algumas idéias do que você pode conquistar