Como investir? O que eu preciso levar em consideração para começar?

Por Marketing Ciclic0

Investidor iniciante deve se planejar e se informar para tomar as melhores decisões para o seu futuro

Com a situação econômica brasileira no limite, reivindicações em todo o país e um cenário político incerto, é fácil chegar a conclusão que, se você não investir o seu dinheiro agora, você pode acabar prejudicado. A grande dúvida é: como investir?

Ao realizar investimentos, você terá ganhos reais no futuro, poderá realizar os seus sonhos e estará seguro contra qualquer imprevisto. Ou seja, você pode viver bem melhor se fizer investimentos.

Ao contrário do que muita gente pensa, investir não é um bicho de sete cabeças, mas isso não quer dizer que seja fácil. A complexidade de se começar a investir é parecida com a dificuldade de se planejar uma viagem. Assim como você planeja as suas férias, você precisa planejar os seus investimentos!

Outro mito sobre investimentos é a quantidade de dinheiro para começar. Na maioria das vezes, não existem um valor mínimo para começar. Basta separar aquele dinheiro que iria para uma roupa ou uma TV nova e iniciar o seu investimento.

Antes de começar, saiba tudo o que é necessário sobre como investir o seu dinheiro da melhor forma:

Defina seu objetivo

Investimentos servem para qualquer plano de médio ou longo prazo. Pode ser uma viagem, a compra do primeiro carro, uma oportunidade para empreender, uma reforma na casa, uma faculdade ou especialização, uma aposentadoria mais confortável...

É importante considerar também em quanto tempo você deseja atingir o seu objetivo, em um cenário realista. Se você não tem muito dinheiro disponível, mas gostaria de tirar um período sabático já no próximo ano, provavelmente será preciso adiar um pouco esse plano.

Informe-se

Aqui, vale a máxima “se não consigo entender, não invisto”, frase atribuída ao multimilionário Warren Buffet que, embora tenha perdido algumas oportunidades, nunca perdeu dinheiro!

No caso dos investimentos, informar-se irá ajudar você a tomar as melhores decisões para o seu dinheiro e para os seus planos.

como investir dicas

Você deve informar-se sobre aspectos técnicos, fundamento financeiros, fatores abstratos e finanças comportamental para ser um bom investidor e fazer seu dinheiro render.

Sites, vídeos e cursos disponíveis gratuitamente na internet vão proporcionar o conhecimento que você precisa. Se você conhecer alguém de confiança que atue nesse mercado, não deixe de combinar uma conversa para pegar algumas dicas.

Veja também - Aplicações financeiras e como a tecnologia pode te ajudar!

Entenda seu perfil

Reflita sobre o seu perfil como investidor, pois só assim você confiará em seus conhecimentos e fará boas escolhas para o seu dinheiro.

De forma geral, para descobrir o seu perfil de investidor você deve considerar a sua tolerância a riscos, sua situação financeira em relação a renda e patrimônio, idade, o que você conhece sobre o mercado de investimentos e seus objetivos.

Existem três perfis básicos: conservador, moderado ou agressivo. O que determina o seu é a forma como você lida com acontecimentos de acordo com a sua personalidade, porém, na maioria dos casos, investidores iniciantes são mais conservadores.

Trace uma estratégia

Você irá realizar um só investimento ou diversificar a sua carteira? Os investimentos serão de baixo ou de alto risco? Com qual frequência você poderá acompanhá-los? Você precisa definir tudo isso antes de começar a investir.

A dica é iniciar com um investimento de baixo risco, especialmente se você não tiver uma reserva de emergência equivalente a seis meses do seu salário acumulada. Se você já tiver, tudo bem ousar um pouco mais.

Além disso, diversificar os investimentos é sempre a melhor opção. No entanto, se você não tiver muito dinheiro no começo, talvez apenas um investimento seja possível. Conforme os rendimentos surgirem, você pode diversificar.

É essencial dedicar-se a seus investimentos e conferir se eles estão dando o retorno esperado. Quanto mais de perto você acompanhar os lucros, melhores são as chances de tomar boas decisões para seu dinheiro e, se preciso, mudar de estratégia.

Não deixe de ver - Por que investir com a Ciclic em vez do banco onde eu tenho conta?

Tenha paciência

Novamente, estamos falando de investimentos de médio e longo prazo. Não há como investir hoje para ter retorno amanhã, portanto, muita paciência para com seus investimentos.

Isso pode parecer maçante no começo, mas, se você planejou onde investir, confie em si mesmo e aguarde o momento certo de desfrutar dos louros.

Conhecendo os tipos de investimentos

Vamos considerar que você é um investidor de primeira viagem e, portanto, tem um perfil conservador, como a maioria dos casos. Os melhores investimentos para você são os ativos de renda fixa.

A renda fixa é um tipo de investimento em que, no momento da aplicação, você irá saber a sua remuneração em determinado prazo de tempo. Por isso, eles são considerados investimentos de baixo risco. Alguns exemplos são:

- Poupança

- Títulos públicos

- Certificado de Depósito Bancário (CDB)

- Debêntures

Eles se subdividem em dois tipos: ativos de renda fixa pré-fixados e pós-fixados. O primeiro permite que você saiba de antemão exatamente a quantia resgatada no futuro, enquanto que no pós-fixado, você sabe de antemão apenas como o cálculo da rentabilidade será feito.

dicas de como investir

 

Não deixe de ver - A previdência privada também é um investimento?

Previdência Privada - Opção para começar a investir

Para que você entenda um pouco mais, vamos dar um exemplo sobre a previdência privada.

A previdência apresenta ganhos maximizados, pois não há desconto semestral no imposto de renda (come-cotas); Também incide na concessão do benefício. Resgate é quando você saca antes do prazo, já a Concessão é quando chega o momento dele receber.

Você mesmo pode escolher o valor da contribuição e a periodicidade em que ela ocorrerá. Quando você começar a fazer uso da previdência, conforme o prazo estabelecido em contrato, o valor será proporcional ao seu investimento ao longo dos anos.

Se você investir R$ 150 mensalmente durante 30 anos, no final desse prazo você terá acumulado R$ 175,417,89. Isso significa que, durante dez anos, você poderá fazer retiradas mensais de R$ 1.461,82 para complementar a sua renda.

Conforme você for se aperfeiçoando nesse investimento, o próximo passo é investir até 49% da sua previdência para a renda variável para obter lucros ainda mais elevados e aproveitar a sua aposentadoria.

Você também quer desfrutar desse benefício? Então é hora de conhecer a Ciclic e começar agora mesmo a investir!

Faça sua simulação de Previdência!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

veja também outros posts de previdência

Tipos de aposentadoria: Mitos e verdades para você ficar por dentro!
Finanças pessoais / 25 de outubro de 2018
Tipos de aposentadoria: Mitos e verdades para você ficar por dentro!
Tudo o que você precisa saber sobre um dos benefícios mais importantes da vida de todo trabalhador. Todo mundo fala sobre aposentadoria, mas você...
Entenda como a Ciclic tem a taxa de carregamento zerada!
previdência / 18 de outubro de 2018
Entenda como a Ciclic tem a taxa de carregamento zerada!
Você já ouviu falar nessa taxa? Como ela influencia na sua previdência privada? Descubra aqui Se você é um iniciante no mundo dos investimentos,...
Resgate de previdência privada, é possível? Como pode e deve ser feito
previdência / 10 de setembro de 2018
Resgate de previdência privada, é possível? Como pode e deve ser feito
Depois de anos de contribuições e de muito foco para não efetuar o saque antes da hora, o seu dinheiro vai servir para realizar...

Veja algumas idéias do que você pode conquistar