Blog Ciclic: Dicas e informações sobre seguros e serviços
Obesidade em cães. | Foto: Unsplash.

Saiba como evitar a obesidade canina

Uma das maiores preocupações dos donos de pets é em relação à obesidade dos animais e os problemas de saúde que esse fator pode trazer. Por isso, é necessário prevenir com muitos cuidados domésticos para evitar qualquer complicação e garantir uma melhor qualidade de vida.

Continue a leitura e saiba mais sobre obesidade canina aqui! 

Obesidade em cães. | Foto: Unsplash.
Obesidade em cães. | Foto: Unsplash.

Como saber se seu pet está obeso?

Existem alguns sinais para você conferir se os seus pets podem ser considerados obesos. O principal é o uso da coleira, então, se atente se nos últimos dias foi necessário afrouxar o item.

Além disso, as costelas devem ser “fáceis de contar”, sempre aparentes e bem palpáveis, já que o pelo pode ajudar a camuflar o peso. Fora isso, quando o seu pet é visto de lado, ele deve ter uma curvatura no seu peso ideal e não parecer reto.

Animais obesos também apresentam movimentos muito mais lentos, dificuldade para caminhar, cansaço e falta de fôlego.

Qual a gravidade da obesidade canina?

O problema de animais obesos surgiu com o novo estilo de vida das pessoas, por conta de fatores como o sedentarismo e o consumo exagerado de alimentos industrializados e, geralmente, impróprios para o metabolismo da espécie. 

A doença é crônica e grave, onde as células de gordura começam a estimular reações metabólicas que são inflamatórias e podem acabar contaminando o organismo do animal.  Fora isso, esse acúmulo de gordura pode acabar agravando problemas ortopédicos e respiratórios, além de cardíacos.

Quais são os riscos que o cachorro está suscetível?

Problemas respiratórios

São os sinais mais associados à obesidade animal, que fazem com que a tolerância ao esforço físico seja reduzida. Como resultado disso, seu pet pode começar a ofegar de forma excessiva e até mesmo sofrer um colapso traqueal. Quando se começa a perder peso, é possível notar uma maior disposição e capacidade para brincar.

Problemas nas articulações

O excesso de peso corporal faz com que as articulações tenham um maior estresse. Os cães filhotes que têm esse problema possuem uma maior probabilidade de sofrer uma displasia coxofemoral e os mais velhos podem sofrer de osteoartrite.

Ademais, os animais obesos também têm uma maior probabilidade de romper ligamentos e fraturar ossos. 

Problemas de pele

Pets obesos também têm uma maior predisposição para apresentar problemas de higiene, o que pode levar a uma condição precária da pele e pelagem, além de aumentar o odor corporal. Em casos extremos, o animal pode acabar desenvolvendo alopecia, feridas e também dermatites.

Distúrbios gastrointestinais

Cães com excesso de peso também podem apresentar diarreia, inflamação das glândulas circum-anais, constipação e doenças inflamatórias intestinais com mais facilidade do que outros.

Estresse térmico

Assim como o tecido adiposo atua como um isolante, os cães com excesso de peso acabam apresentando uma maior probabilidade de sofrerem de exaustão em temperaturas elevadas, o que faz com que a capacidade de exercício em dias quentes seja reduzida.

Câncer

A obesidade em animais pode ser associada a alguns tipos de câncer, como os tumores mamários.

Problemas reprodutivos

Animais obesos podem apresentar uma redução na fertilidade e aumento no risco de complicações durante a hora do parto.

05 dicas para evitar a obesidade em cães

A prevenção da obesidade deve vir de recomendações dos médicos veterinários desde a primeira ida do animal na clínica veterinária.

O profissional deve sempre instruir para que os pais de pet possam reconhecer a condição corporal do animal e estimular a pesagem de forma periódica, corrigindo a quantidade de ração sempre que houver necessidade.

Veja abaixo algumas dicas:

  • Evite oferecer petiscos em excesso;
  • Priorize os petiscos naturais;
  • Não ofereça produtos industrializados;
  • Tenha uma rotina de atividades para o seu animal se exercitar;
  • Não dê alimentos fora de hora.

Lembre-se: é muito importante seguir à risca o que os profissionais da área disserem. E para acompanhar a saúde do seu pet da melhor forma possível, com os melhores serviços e veterinários, contrate o Saúde Pet da Ciclic!