Ciclic

30 segredos de pessoas extremamente focadas para economizar dinheiro

Quer economizar dinheiro? É hora de você adotar essas dicas para ter um futuro cheio de possibilidades

Para a maioria das pessoas, não é fácil economizar dinheiro todo mês. Um estudo recente do Banco Central mostrou que 69% dos brasileiros não haviam poupado nada – isso mesmo, NADA – nos últimos 12 meses anteriores à pesquisa.

Mas e os poucos que conseguem poupar e investir? Qual é o segredo de quem conseguiu? Entrevistamos dezenas de poupadores e educadores financeiros que guardam boa parte do que ganham.

E eles contaram à Ciclic como fazem. Comece a adotar esses passos hoje mesmo!

  1. Não gaste mais do que você ganha

Óbvio, né? Mas muita gente ainda não entende isso e acaba gastando MAIS do que recebe por mês. E um detalhe: lembre-se que o salário que entra líquido em sua conta é sempre menor do que o bruto, por conta dos impostos retidos na fonte. Então, considere sempre o valor certo na hora de fazer as contas de seu orçamento.

  1.  Não entre em dívidas

Fique longe delas! Compre SÓ aquilo que você pode pagar e evite parcelamentos longos. Nunca pague apenas o mínimo da fatura do cartão de crédito. Os juros dessas dívidas são altos e levam boa parte do seu dinheiro embora.

  1. Anote todos os gastos

Da mais simples balinha ao mais caro tênis novo. Todo e qualquer dinheiro que sai do seu bolso deve ser anotado em um caderno, planilha ou aplicativo.

Crie categorias (vestuário, alimentação, lazer, estudo, transporte, gastos esporádicos) para conseguir visualizar para onde vai seu dinheiro todo mês. Só assim você enxergará os excessos e decidirá onde cortar.

  1. Viva um nível abaixo do que você pode

É isso mesmo! Nada de jogar dinheiro para o alto! Ganha como estagiário? Viva como um estudante. Ganha como diretor? Viva como um gerente.

Mantendo o seu nível de gastos sempre um degrau abaixo da sua faixa salarial, não tem erro: você sempre vai pensar duas vezes antes de fazer uma compra e nunca vai faltar dinheiro!

  1. Faça contas

Matemática é o pesadelo de muita gente, mas se você não fizer as contas, vai perder o controle. Portanto, calcule sempre se você pode MESMO comprar um carro novo, ou dar uma festa, ou fazer aquela viagem… Se os números ainda não fecham, você tem de economizar e esperar mais um pouco.

Leia também:  “Poupei 10% do meu salário todo mês para pagar minha pós-graduação”

  1. Coloque uma meta

Quanto você quer poupar por mês? Qual valor quer atingir ao final de dois anos? E quanto você quer ter no banco quando estiver com 60 anos? Parece que está longe, mas passa rapidinho.

  1. Procure promoções

Para que comprar aquela calça cara hoje se você sabe que daqui algumas semanas vai ter troca de coleção e tudo entrará na promoção? Saber esperar é uma dádiva. Fique de olho em oportunidades – e só compre se realmente precisar.

  1. Dê valor ao seu dinheiro

Ganhar dinheiro cansa, né? Então, respeite seu próprio trabalho e não saia gastando tudo o que ganha. Lembre-se de sempre separar uma quantia, por menor que seja, para guardar para o futuro, independente de qual seja seu sonho. Isso é saber valorizar a si mesmo.

  1. Converta preços em horas de trabalho

Antes de comprar aquela bolsa nova ou o relógio que todo mundo está usando, pare e pense: quantas horas (ou dias) de trabalho esse item custa? É fácil fazer essa conta.

Primeiro, descubra quanto você ganha por hora. Depois, divida o preço do produto pelo valor que você ganha por hora.

Por exemplo: digamos que você trabalhe 8 horas por dia, de segunda a sexta (176 horas por mês), e ganhe R$ 2.500 líquido. Nesse caso, você recebe R$ 14,20 por hora de trabalho.

Por tanto, ao comprar um item de R$ 550, lá se foi uma semana inteira de trabalho. Aí você se pergunta: vale a pena mesmo? Matemática é vida!

  1. Tenha sonhos para o futuro

Para que você poupa? Sem objetivo, ninguém chega a lugar algum. Quando você tem sonhos – uma casa própria, a faculdade dos filhos, um carro novo, uma viagem internacional – a economia fica mais prazerosa e você se esforça mais para poupar.

  1. Pense grande e a longo prazo

Nunca desista no meio do caminho e não menospreze suas economias! Pense grande: cada Real economizado o aproxima um pouquinho mais do seu sonho.

Não adianta começar a poupar hoje e querer ver um incrível resultado em três meses. Esse tipo de projeto é para longo prazo. A pessoa que você será daqui alguns anos vai te agradecer por isso!

Leia agora: Poupar Para a Aposentadoria: Como Adotar Agora Esse Hábito

  1. Não se compare com os outros

Em tempos de redes sociais isso é muito difícil, mas é realmente necessário! Não se compare ao amigo que casou e mudou para a Tailândia.

Nem ao conhecido que já trocou de carro quatro vezes. Viva a sua vida, com foco nos SEUS objetivos. Olhar demais para a vida dos outros só traz ansiedade e faz você se distrair de seu caminho.

  1. Faça  sua comida

Simples assim. Comer fora de casa traz gastos enormes. Refeições feitas em casa dão um alívio ao orçamento. Assim, sobra uma boa grana para poupar.

  1. Tenha hábitos saudáveis

Já calculou quanto o seu cigarro custa ao seu bolso? E todos os drinks e bebidas alcóolicas que você toma por mês? E aquele monte de fast food aos finais de semana? Nada disso é saudável nem para o corpo nem para as finanças pessoais.

  1. Pense no que pode dar errado

A vida é linda e temos que pensar positivo. Certo. Mas acidentes, doenças e imprevistos acontecem com todo mundo, todos os dias.

De uma perna quebrada a uma demissão repentina, você nunca sabe o que poderá sair do controle. Esse não é um ótimo motivo para ter uma reserva guardada?

  1. Se questione várias vezes antes de comprar

Muitos gastos são feitos por impulso e empolgação. Antes de sair passando o cartão por aí, respire fundo e seja racional. Pense assim: eu REALMENTE preciso disso AGORA? Que benefício real essa compra irá me trazer?

Leia mais:  Veja 6 hábitos que podem ser revistos para economizar!

  1. Não compre só porque é modinha e todo mundo tem

Precisa explicar?

  1. Peça menos bebidas em restaurantes

Não precisa passar sede, né. Mas também não precisa pedir dois sucos, um refrigerante e uma água com gás. Já reparou como uma simples latinha de refrigerante custa caro em restaurante? Sua próxima conta sairá bem mais barata se você pensar nisso.

  1. Use menos o carro

Que tal diminuir o uso de carro, táxi e aplicativos de carona? Para percorrer distâncias curtas, o transporte público pode ser o suficiente e sai mais em conta. E há também a opção de ir a pé ou de bicicleta, que não custa nada.

  1. Dê presentes mais baratos

Troque o presente de R$ 200 por uma lembrança de R$ 50. Você não é o Papai Noel. Para agradar alguém em uma data especial, planeje-se com antecedência. Poupe o valor e pague à vista.

  1. Viaje fora de temporada

Todos os pacotes, passagens e hotéis ficam MUITO mais caros em dezembro, janeiro e julho, que é quando a maioria das pessoas pode viajar no Brasil, por conta das férias escolares.

Então, se você tem disponibilidade, procure oportunidades nos outros meses do ano para gastar menos.

  1. Compre presentes antes das grandes datas comemorativas

O Natal cai sempre em dezembro, né? E Páscoa sempre em abril. Dia das mães sempre em maio. Dia dos namorados, em junho. Dia das crianças sempre em outubro…

Ou seja: você sempre pode se antecipar. Ao comprar algumas semanas antes dessas grandes datas você pode conseguir preços melhores.

  1. Faça as unhas em casa

Nos grandes centros urbanos são cobrados preços altíssimos para esse tipo de serviço. Já pensou no tamanho da economia?

  1. Não compre roupas demais

Procure conhecer seu próprio estilo para investir no que realmente o agrada e assim fugir de modismos. Pense também que seu guarda-roupa tem uma capacidade limitada.

  1. Não troque de carro com frequência

A troca constante de veículo o faz perder dinheiro – principalmente quando se trata dos zero Km, que desvalorizam cerca de 20% assim que saem da concessionária. Quando o assunto é carro, o ideal é manter os pés no chão e ser racional.

Leia agora: Você precisa mesmo comprar um carrro?

  1. Pague seu cartão de crédito em dia – ou nem tenha cartão

Sabe usar o cartão? Consegue se controlar e paga tudo direitinho, sem entrar no rotativo? ÓTIMO. Mas se você é daqueles que não se entendem com o cartão, jogue fora imediatamente!

  1. Ensine seus filhos sobre o valor do dinheiro

As crianças não nascem sabendo o valor do dinheiro e naturalmente vão pedir o mundo para os pais. Você não tem de dar tudo aos seus filhos. Explicar sobre finanças pessoais é um dos maiores ensinamentos para o futuro deles. Perpetue o conhecimento.

  1. Escolha melhor seus rolês

Cinco churras por mês mais um monte de baladas ou barzinhos para comemorar os aniversários dos amigos? Só se você quiser ir à falência, né? Escolha melhor seus passeios e diga não de vez em quando. Sugerir rolês caseiros é uma boa opção para economizar.

  1. Conviva com pessoas que te estimulem a poupar

E evite aquelas que não entendem seu estilo de vida. Diminua o contato com gente que te leva ao consumo excessivo e só critica suas escolhas econômicas.

  1. Invista

Se você chegou até aqui, não tem como continuar no vermelho. A partir do momento em que conseguir formar uma pequena reserva é hora de buscar a melhor opção de investimento para ver seu dinheiro crescer! A Ciclic é uma plataforma de investimento e a previdência privada pode te ajudar nisso!

Gostou dessas dicas supimpas? Agora é botar em prática e economizar. E se você quiser, também dá para bater um papionho com a gente. No atendimento Ciclic você não fala com robôs!

Deixe seu melhor e-mail para receber nossos conteúdos