Ciclic

Como funciona previdência privada e como ela ajuda a realizar sonhos

A previdência privada ou complementar é uma ótima alternativa para poder guardar um dinheiro a mais e realizar aquele sonho de infância!

Todos nós temos sonhos, alguns dos quais nos acompanham desde quando éramos crianças. Fazer aquela viagem para conhecer vários países de todo o mundo, comprar aquele carro luxuoso ou aquela casa com piscina são apenas alguns dos muitos que podem estar em nosso imaginário.

Porém, esses sonhos algumas vezes não são tão simples de alcançar. Para conseguir fazer isso, é necessário juntar dinheiro por bastante tempo, algo que nem todas as pessoas têm condições, seja por não ter um salário tão alto ou por não ter controle suficiente para guardar o dinheiro.

Quem sabe como funciona a previdência privada vê nela uma excelente alternativa para poder realizar esses sonhos sem ter que apertar muito o orçamento. Se você ainda não sabe como ela funciona, então esse não será mais um problema, já que você aprenderá tudo o que precisa saber agora!

 

Como funciona a previdência privada? É muito complicado?

Felizmente, não. Quando se fala de previdência ou qualquer outro assunto que envolva finanças, muitas pessoas possuem uma concepção errada, de que se trata de algo absurdamente difícil ou que demanda um investimento muito alto, mas nada disso é verdade.

casal-pesquisando-previdencia-privada

 

A previdência privada, também conhecida como previdência complementar, nada mais é, na maior parte das vezes, do que um fundo de aposentadoria, porém que não está ligado ao Governo, como acontece com a previdência social. Ela é uma forma bastante simples de se guardar dinheiro para longo prazo e que pode ser adotada por praticamente todas as pessoas.

A forma como funciona a previdência privada é bastante simples. Para sanar as dúvidas de uma vez por todas, confira a resposta para as principais dúvidas a respeito da previdência complementar!

 

Como começar uma previdência privada?

A pessoa interessada deve procurar por uma instituição que ofereça esse tipo de serviço, que pode ser um banco ou algum outro agente financeiro. É possível comparar as propostas e condições de cada um deles, de modo a escolher aquele que melhor atenda às necessidades do futuro contribuinte.

As demais orientações serão dadas na hora de escolher o plano de previdência, mas não há nada de muito difícil nesse processo.

 

Quanto é preciso investir por mês?

A previdência privada funciona de maneira tão simples que permite que todas as pessoas possam optar por ela, já que não existe um valor mínimo ou máximo que precisa ser investido e nem um período definido para tal. Por isso, é possível depositar R$ 700 por mês ou R$ 500 por ano, por exemplo.

É possível, também, reunir uma quantia considerável e depositar tudo de uma vez, ou separar uma parte do salário e depositar na previdência todos os meses. Tudo isso fica a critério de cada pessoa.

saiba como funciona a previdência privada

Quanto será possível resgatar no final?

Como não existe um valor fixo, também não há como definir quanto cada pessoa irá resgatar ao final do plano de previdência. Porém, é claro, quanto mais dinheiro for aplicado e quanto maior for a duração do plano, maior será o valor a ser resgatado.

 

Quais os tipos de planos de previdência privada?

Existem dois tipos, que são o Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) e o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL).

A principal diferença entre eles é que o primeiro permite o abatimento do valor pago do Imposto de Renda, desde que não seja um valor maior do que 12% da renda bruta anual, enquanto o segundo não permite esse abatimento, mas os impostos incidem apenas no rendimento do investimento.

 

É possível desistir da previdência complementar?

Sim. As pessoas que procuram saber como funciona a previdência privada geralmente desejam contar com esse dinheiro assim que se aposentarem, mas elas podem desistir do plano sempre que quiserem, como se houver a necessidade do resgate para alguma necessidade de saúde ou outra eventualidade.

Porém, pode ser que sejam cobrados alguns tributos do valor sacado, cujo valor total depende de uma série de fatores, como o tempo que o dinheiro já está investido e seu valor total.

 

Como realizar sonhos com a previdência privada?

Como nós pudemos ver, são muitas as dúvidas que permeiam a previdência complementar. Por isso, é importante estudar o máximo possível sobre esse assunto, para poder tomar a melhor das decisões. Porém, ainda restou a mais importante das dúvidas: como realizar um sonho através desse tipo de previdência?

Na hora de escolher um plano de previdência privada, existem dois diferentes tipos de tributação, que são a tabela progressiva e a regressiva.

A primeira delas é mais recomendável para quem queira que o resgate seja feito mensalmente, assim como na previdência social, ao passo que a segunda é mais apropriada para o resgate de todo o valor em uma única parcela.

Portanto, se você quiser realizar seu grande sonho, uma das informações mais importantes a respeito da previdência privada é optar pela tabela regressiva de tributação. Assim, o desconto sobre o valor bruto será menor e a realização do sonho estará apenas a alguns passos de distância!

Deixe seu melhor e-mail para receber nossos conteúdos