Ciclic
4 bons motivos para declarar logo o IR

Declaração de imposto: 04 bons motivos para declarar logo seu IR!

Cuidado para não perder o prazo. Declaração de IR pode ser feita até o final de abril

Todo ano é a mesma coisa: pouco após o carnaval começa o prazo para a declaração do temido Imposto de Renda – ou leão, como alguns preferem chamá-lo. Os contribuintes têm até o final de abril para acertar as contas com o Governo, mas, mesmo assim, sempre há quem deixe para a última hora.

Afinal, quais são as vantagens de entregar logo a declaração?

O assessor financeiro e sócio-proprietário da BIDSgroup, Leonardo Lemos Rodrigues dá quatro ótimos motivos para você declarar seu Imposto de Renda o quanto antes. Confira a seguir:

  1. Quanto antes declarar o imposto de renda, antes você recebe

Se você tem em mãos toda a documentação necessária para preencher e enviar a declaração, faça isso logo. Assim, mais rápido sairá o pagamento de uma eventual restituição, caso você tenha direito a ela. Sempre é bom lembrar que os contribuintes preferenciais (idosos, portadores de doença grave e pessoas com deficiência) recebem a restituição antes de todo mundo, e os demais recebem a partir de junho, de acordo com a ordem de entrega da declaração. Quanto mais para o final do prazo você entregar, mais demorará para receber. O último lote da restituição sai apenas em dezembro.

  1. Declarar com calma evita erros

O contribuinte que faz a declaração nos últimos dias corre o risco de deixar informações de fora e geralmente acaba enviando o arquivo com alguma inconsistência. Ou pior: há quem se esqueça completamente do prazo e perca a data limite para o envio. Ambas as situações levam à perda de dinheiro. Entenda melhor sobre como funciona a cobrança do imposto de renda.

 

  1. Quem declara antes evita prejuízos financeiros

Tanto o preenchimento equivocado como o atraso da entrega da declaração pesam muito no bolso do contribuinte. Não cumprir o prazo estipulado pode ocasionar multa de até 20% do valor do imposto devido. Já no caso de informações erradas ou incompletas, a declaração cai na chamada “malha fina” do sistema, que detecta inconsistências e aponta um novo valor – mais elevado! – do imposto a ser pago, o que pega muita gente desprevenida. Veja como é a cobrança de IR na previdência da Ciclic.

 

  1. Evitar ter o CPF com pendências

Quem perde o prazo da declaração fica em situação irregular com a Receita Federal. O CPF da pessoa permanece com status de pendência e, até que o problema seja regularizado, essa situação pode trazer desconforto ao contribuinte, como, por exemplo, ter dificuldade para a contratação de empréstimos, retirada de passaporte e participação em concursos públicos.

E aí, vai declarar o seu IR? Deixe nos comentários e compartilhe com a Ciclic a sua opinião!

Deixe seu melhor e-mail para receber nossos conteúdos