Casal economiza R$20 mil para realizar casamento dos sonhos

Por Marketing Ciclic0

A incrível história de um jovem casal carioca que cortou despesas supérfluas e conseguiu se casar em grande estilo. Detalhe: o noivo não tinha renda fixa e ela ganhava R$ 1.200 por mês, mas o casal conseguiu economizar R$ 20 mil em um ano!

Aos 25 anos, a publicitária carioca Rebeca Cunha tem orgulho de dizer que conseguiu pagar sua festa de casamento por conta própria, sem precisar pedir ajuda financeira a familiares ou amigos. "Meu marido, Maycon, 24, e eu, organizamos as finanças de acordo com nossas prioridades – e nos casar era uma delas", conta Rebeca.

O que mais surpreende no feito, além da pouca idade do casal, é que eles não entraram em dívidas e ainda bancaram tudo com apenas um deles trabalhando. "Tínhamos uma renda baixa: R$ 1.200 do meu salário. Eu estava empregada, mas meu noivo, na época, se dedicava a um estágio não remunerado e fazia alguns frilas como fotografia e professor de música", relembra Rebeca.

 

Tudo planejado e antecipado

Ao resolver dar a festa, a solução encontrada foi economizar ao máximo para criar uma reserva inicial e começar a procurar fornecedores de serviços para o grande dia. Assim, com planejamento, o tempo foi usado a favor deles: em um ano, juntaram R$ 20.000.

"Nós nos casamos em novembro de 2016 e, um ano antes, em novembro de 2015, já começamos a pagar tudo com antecedência", revela ela. "Eu tenho horror a fazer dívidas e não conseguir cumprir meus compromissos. Por isso, decidimos fazer assim".

>>Previdência privada é sinônimo de aposentadoria? Nem sempre! <<

Pesquisa de preços

Quem economiza sabe que pesquisar preços é regra básica para não gastar mais do que se deve. Procurando bem, é possível fazer bons negócios, ótimas compras e contratar fornecedores de serviços com valores mais acessíveis. Foi isso o que Rebeca fez.

"Fiz uma pesquisa boa de fornecedores e contratei todos eles por minha conta, sem ter assessoria de casamento, o que também deixa mais barato. Procurei, por exemplo, um fotógrafo menos conhecido, que cobrasse um valor mais acessível, mas que tivesse boa qualidade", ensina.

Em junho de 2016, Maycon conseguiu um emprego e o casal achou que, dali adiante, a vida financeira ficaria mais tranquila. Mas uma semana depois, a empresa onde Rebeca trabalhava foi à falência e ela ficou desempregada. "Voltamos a ficar com apenas um salário. Na verdade, não chegamos a ter nem um mês com dois salários", brinca ela.

>> Veja também como limpar seu nome em 2018! <<

Escolher onde gastar

Rebeca sempre procurou ser independente financeiramente, sem precisar recorrer ao auxílio de familiares. Por isso, faz questão de administrar bem o dinheiro – e na hora de planejar sua festa de casamento não foi diferente.

Ela não se deixou levar pelo deslumbrante e caríssimo mercado dos matrimônios. "Fizemos muita coisa por conta própria porque, se fôssemos contratar, sairia muito caro. Eu criei boa parte da decoração com a ajuda do meu pai. Ficou muito lindo".

Poupar, poupar, poupar

Enquanto pensava nos preparativos e pagava seus fornecedores, Rebeca se equilibrava nas contas para não ter um custo de vida muito alto durante o período antes do casamento. "Poupar não foi nem uma opção, foi uma necessidade. Eu sempre adorei presentar as pessoas, por exemplo, mas precisei parar com esse hábito. Tivemos que colocar os pés no chão para conseguir o que queríamos", afirma.

"Antes, eu e meu noivo passeávamos com os amigos nos finais de semana e tínhamos gastos altos. Cortamos isso e começamos a jantar em casa, porque saía mais em conta. Foi um ano de economias e ficamos muito aliviados por não entrar em dívidas".

>> 10 Hábitos que realmente funcionam para guardar dinheiro! <<

O sonho realizado

O preço de um casamento costuma ser bem elevado, por mais que se poupe. Mas a alegria de um desejo realizado é ainda maior – especialmente quando a conquista envolve superação e força de vontade. No final das contas, tudo valeu a pena para Rebeca e Maycon. "Sempre foi um sonho me casar e o meu noivo também é romântico. Antes de dormir, eu me imaginava vestida de noiva", relata.

"A economia que nós fizemos deu super certo e tudo saiu do jeito que eu sonhava. Acabamos de pagar o casamento bem no dia da festa. No dia seguinte, estávamos sem dívidas e fomos para a lua de mel em Penedo-RJ, que ganhamos de presente", comemora Rebeca.

Agora, depois da conquista do casamento, o casal mantém o mesmo objetivo de continuar economizando para realizar outras metas de vida. "O próximo sonho é o da casa própria, daqui dois anos", finaliza.

Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

veja também outros posts de Especiais

“Já fiz 5 viagens com programas de pontos”
economia / 31 de agosto de 2018
“Já fiz 5 viagens com programas de pontos”
Viajar com Milhas. Entenda como estes programas podem te ajudar a economizar A fidelização de clientes por meio de programas de milhas e pontos...
“Poupei para conhecer o mundo e fazer trabalho voluntário na Ásia”
Finanças pessoais / 18 de junho de 2018
“Poupei para conhecer o mundo e fazer trabalho voluntário na Ásia”
A inspiradora história de Victória Farina, 26 anos, que adora viajar e ainda ajuda instituições em alguns dos lugares por onde passa Victória Farina...
“Conquistar meu carro próprio trouxe uma sensação boa. Fiquei muito feliz”
Histórias Reais / 6 de junho de 2018
“Conquistar meu carro próprio trouxe uma sensação boa. Fiquei muito feliz”
Comprar carro novo! Conheça a história de Juliana Bacci que comprou um carro à vista após 2 anos de economia A jornalista Juliana Bacci,...

Veja algumas idéias do que você pode conquistar