Ciclic
Eu posso perder o dinheiro que investi? Entenda melhor sobre o assunto!

Eu posso perder o dinheiro que eu investi?

Descubra se existe a possibilidade de ficar no negativo na hora de escolher em quais locais investir

Uma das razões pela qual muitas pessoas têm medo de investir é o medo de perder o dinheiro. De fato, algumas modalidades apresentam um certo risco e se você não tiver conhecimento sobre o assunto ou auxílio de uma empresa especializada pode ser que isso aconteça. No entanto, sabendo-se o que está fazendo, é muito raro alguém perder dinheiro em investimentos.

Esse medo de perder dinheiro com investimentos faz com que muitas pessoas deixem de obter rendimentos melhores. O fato é que é que, de certa forma, deixar de ganhar dinheiro é também uma forma de perder. Por isso, nada melhor do que conhecer exatamente como funcionam as principais modalidades de investimento para perceber que “perder dinheiro” é muito difícil. 

Deixar de ganhar é perder? Como assim?

Vamos a um exemplo simples. Vamos supor que você tenha R$ 10 mil guardados e deseje investir esse dinheiro. Por comodidade – ou medo de perder o seu dinheiro – você escolhe colocar esse valor na poupança, uma das modalidades de investimento com maior segurança, mas também com menor rendimento.

Ao final de um mês, por exemplo, a uma taxa de juros de 0,4%, seus R$ 10 mil viraram R$ 10.040. No entanto, se você tivesse optado por outra modalidade, como a previdência privada, o rendimento poderia ser de 1% e os seus R$ 10 mil virariam R$ 10,1 mil – R$ 60 de diferença, ou seja, 150% a mais.

Pode parecer pouco em um primeiro momento, mas coloque isso na perspectiva de cinco ou dez anos de investimentos. No final das contas você pode deixar de ganhar muito dinheiro por optar por alternativas mais cômodas. Ou seja, você literalmente perdeu a chance de acumular um patrimônio maior.

Nesse sentido, deixar de ganhar é uma forma de perder. De maneira alguma podemos dizer que é errado colocar as suas economias na poupança. Ela é excelente para partes específicas do seu investimento. No entanto, saber que existem opções mais interessantes pode mudar a maneira como você analisa as suas perspectivas para o futuro.

Eu posso perder o dinheiro que eu investi?

Em algumas modalidades de investimento essa possibilidade existe. É o caso, por exemplo, da Bolsa de Valores. Quando você compra os papeis de uma determinada empresa, eles não possuem um valor fixo. Ou seja, você paga por aquilo que eles valem naquele momento.

Pode acontecer de a empresa se valorizar bastante e, com isso, o valor unitário da ação pode subir. Aliás, é isso que um bom investidor espera: que as ações da empresa cujos papeis foram comprados se valorizem e, com isso, o valor investido aumente. Se você comprou uma ação por R$ 500 e na hora de vendê-la ela subiu para R$ 600, então você ganhou dinheiro.

Contudo, se na hora da venda dos papeis o valor da ação estiver mais baixo, por exemplo R$ 400, então você terá perdido parte do seu dinheiro investido. Nesse caso, a menos que você precise muito do dinheiro em questão, o conselho em geral é esperar até que os papeis se valorizem novamente. Se você deseja economizar, veja o momento ideal para guardar dinheiro.

Como funciona o investimento em previdência privada?

Não há perda do dinheiro investido em previdência privada. Entretanto, é preciso ficar atento ao tipo de tabela que rege o seu contrato e ao tempo de permanência do valor investido. Isso é de suma importância porque senão os valores a serem descontados a título de Imposto de Renda podem levar uma parte do seu patrimônio.

Vamos tomar como exemplo a tabela regressiva dos planos de previdência privada. Nesse caso, quanto maior for o tempo do investimento, menor será a alíquota de Imposto de Renda a ser paga. Esse percentual varia entre 35% e 10%, conforme a seguinte tabela de alíquotas:

  • Até 2 anos: 35% de IR
  • De 2 a 4 anos: 30% de IR
  • De 4 a 6 anos: 25% de IR
  • De 6 a 8 anos: 20% de IR
  • De 8 a 10 anos: 15% de IR
  • Acima de 10 anos: 10% de IR

Ou seja, para evitar que os seus ganhos sejam reduzidos, é preciso ficar atento às regras do jogo e programar os seus investimentos de acordo com a sua disponibilidade de capital e o tempo de aplicação. É justamente por isso que é tão importante contar com a consultoria de empresas e plataforma de investimento como a Ciclic.

Medo de investir? Não investir é a pior decisão

Como você pode perceber, com exceção de investimentos considerados de risco, dificilmente você perderá dinheiro ao fazer um investimento. O que pode acontecer é de você não obter o melhor rendimento possível entre as opções que estão no mercado, mas em linhas gerais o seu capital vai aumentar e não retroceder.

Portanto, ter “medo de investir” em modalidades como renda fixa, títulos do tesouro ou previdência privada por conta do risco de perder o seu patrimônio não só é injustificado como também faz com que você fique mais distante dos seus sonhos. E mais ainda: você pode “perder” dinheiro em razão da inflação. Se você está em apuros e precisa pagar contas que estão em atraso, descubra como sair das dívidas.

Quando você não investe em modalidade alguma, o dinheiro que você possui fica parado, ou seja, não rende nenhum centavo todos os meses. No entanto, mês a mês temos a inflação, que faz com que os preços fiquem mais caros. Os R$ 100 que compravam em 2015 um item hoje já não são suficientes para comprar o mesmo produto.

Essa desvalorização do dinheiro é uma forma de perda à qual estão sujeitos todos aqueles que não investem nenhuma modalidade. Em resumo: diretamente você não perde o seu dinheiro, mas indiretamente é como se o seu poder de compra fosse ficando cada vez menor.

Entendeu por que você não deve ter medo de investir? Fale hoje mesmo com um dos consultores da Ciclic e descubra quais são as melhores alternativas para o seu perfil.

Deixe seu melhor e-mail para receber nossos conteúdos