Vai investir dinheiro pela primeira vez? Confira os primeiros passos!

Por Ciclic0

Sobrou uma grana para investir. Ótimo, parabéns! Só que… você nunca investiu e não faz ideia de como funciona o universo dos investimentos.

“Preciso ler todos os jornais de economia de ponta a ponta?” Não! “Preciso acompanhar as fusões de grandes empresas ou as bolsas de valores internacionais?” Que nada!

O que você quer fazer com o dinheiro?

A primeira coisa a se fazer, para começar a investir, é estabelecer um objetivo”, explica João Marcos Borges, professor de finanças e economia empresarial e contabilidade na Institute Business Education (IBE) da Fundação Getulio Vargas (FGV), em Campinas. Ou seja, um bom ponto de partida é pensar: como pretendo usar esse dinheiro? Para que eu vou precisar dele?

Pode ser para fazer uma viagem especial, garantir uma renda confortável após a aposentadoria, pagar a educação dos filhos até a universidade, comprar ou reformar uma casa, ou mesmo para ter uma reserva sempre disponível para emergências.

Isso ajuda a estabelecer como e em quais dos produtos ofertados por bancos, instituições financeiras e startups, como a Ciclic, você pode investir. Essa definição, por sua vez, vai apontar em que tipo de informação ou notícias você precisa prestar atenção.

investir dinheiro

Estratégias para alcançar o objetivo

Com o objetivo definido, vem a hora de pensar como investir dinheiro. É uma questão de planejamento, e não precisa ser nada mirabolante, como sair comprando ações da Apple. “Pode ser uma estratégia simples, desde que cumpra o seu objetivo”, explica João Marcos.

Por exemplo, se você quer fazer uma viagem para o exterior, pode pensar em aplicar o dinheiro em um produto atrelado ao dólar; ou, simplesmente, comprar a moeda em espécie, aos poucos, até a data da viagem. E, claro, planejar e se programar para ter a quantia necessária na hora do embarque.

Naturalmente, você vai ficar de olho no sobe e desce do dólar, para ver se seu dinheiro está rendendo ou se é uma boa hora de passar na casa de câmbio.

A lógica para a previdência privada, que traga tranquilidade dentro de vinte ou trinta anos, é similar: é preciso ver quanto você quer receber de rendimentos na data em que gostaria de se aposentar, e, a partir daí, definir quanto precisa separar por mês e escolher um produto ou plano de previdência mais adequado para ir guardando esse montante.

Leia mais - Por que investir com a Ciclic em vez do banco onde eu tenho conta?

Condições para o resgate

Um outro ponto importante, lembra João Marcos, é tomar o cuidado de verificar se o investimento permite que se resgate o dinheiro na hora em que você acha que vai precisar dele (a liquidez). Se o dinheiro é para emergências, por exemplo, não adianta colocar num produto que renda bem, mas que exija um tempo maior de permanência antes de ser resgatado.

Outra questão a ser considerada é saber se você deve investir em algo de risco maior ou menor, ou seja, se o investimento pode ser mais conservador ou mais agressivo.

Normalmente, os chamados “produtos de renda fixa” são menos arriscados, embora rendam um pouco menos, e os de renda variável, que incluem investimentos nas bolsas de valores, estão sujeitos a risco maior de perda, embora possam ter um retorno mais alto no longo prazo.

investir dinheiro

Confira também - Segurança X investimento agressivo: dá para ter as duas coisas e ainda lucrar?

Conhecimento ajuda a evoluir

Começar a investir dinheiro não é difícil, mas evoluir nessa prática envolve, sim, um esforço para entender e conhecer mais a fundo como ela funciona.

Quem investe cria o hábito de fazer a leitura dos rendimentos de cada produto, verificar se o imposto de renda incide sobre a aplicação desejada, ou quanto a administradora cobra de taxas, entre outros aspectos, para saber quanto de retorno realmente irá acontecer.

Conforme for se acostumando, é provável que você comece a acompanhar informes enviados pela sua instituição financeira e a ler no jornal as informações mais relevantes para o seu investimento. “Você começa a criar o hábito de se informar e evolui no entendimento de como investir”, afirma João Marcos.

Não deixe de ver - O que é taxa Selic e por que todo mundo se assusta quando ela cai?

O que achou das nossas dicas para começar a investir dinheiro? Deixe a sua nos comentários e aproveite para fazer agora mesmo a sua simulação:

Faça sua simulação!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

veja também outros posts de Finanças pessoais

Não tenha mais dúvida sobre como fazer para sobrar dinheiro no fim do mês!
Finanças pessoais / 1 de novembro de 2018
Não tenha mais dúvida sobre como fazer para sobrar dinheiro no fim do mês!
Seria sensacional se todos conseguissem sobrar dinheiro no fim do mês. Isso não é fácil, sabemos disso! Encarar essa missão é um desafio para...
Como juntar dinheiro? R$ 200 ao mês por 10 anos = R$ 24 mil para gastar!
Finanças pessoais / 29 de outubro de 2018
Como juntar dinheiro? R$ 200 ao mês por 10 anos = R$ 24 mil para gastar!
Você consegue guardar duas notas de cem reais mensalmente pelos próximos 120 meses? Imagina se tivesse começado a fazer isso em 2008… Quem era...
Endividados clássicos da cultura pop: personagens gastões que amamos!
Finanças pessoais / 29 de outubro de 2018
Endividados clássicos da cultura pop: personagens gastões que amamos!
Eles não têm controle sobre suas contas bancárias e poderiam ler todos os textos do blog da Ciclic! 1. Rebecca Bloomwood, que gasta compulsivamente Se...

Veja algumas idéias do que você pode conquistar