Blog Ciclic: Dicas e informações sobre seguros e serviços

Dicas de segurança para proteger seus eletrônicos

Ter aparelhos eletrônicos requer muito cuidado. Nos dias de hoje, cada vez mais, os produtos com qualidade estão mais caros e, por isso, as pessoas vêm buscando proteger os seus celulares, tablets e notebooks contra roubos e furtos, queda e, principalmente, dos vírus. Para isso, as dicas de segurança são muito importantes.

Abaixo, você vai ver que todas são fundamentais para manter seu eletrônico por muito mais tempo com você e existem diversos fatores que podem modificar essa longevidade. Confira!

Saiba mais sobre dicas de segurança na Internet. | Foto: Freepik.
Saiba mais sobre dicas de segurança na internet. | Foto: Freepik.

Vírus

As falhas de segurança digital preocupam tanto as empresas quanto os usuários comuns. Quando a navegação na internet é feita de maneira insegura, isto é, sem um VPN ou um antivírus, criam-se oportunidades para que pessoas maldosas cometam crimes cibernéticos e até fraudes e roubos de contas bancárias. 

Por tais razões, é recomendado que você possua uma conexão à internet que fique protegida dessas ameaças, utilizando o auxílio de softwares de segurança, além do monitoramento em tempo real de malware e invasão.

Essa dica é válida para celulares, tablets e notebooks. E atenção para mais uma: nunca clique em links estranhos ou entre em sites que te direcionam para outros. Às vezes, até links de promoções, nos e-mails e nas páginas, contêm vírus escondidos que se aproveitam para roubar dados pessoais dos usuários. Logo, fique sempre atento aos locais da internet que você visita e instale um antivírus potente para te ajudar. 

Mas o que são, de fato, os vírus de computador? O vírus, em si, é um software de código com capacidade de se replicar e, inicialmente, foi desenvolvido para conseguir causar danos em computadores.

É possível que alguns vírus não cheguem a roubar os dados, porém, o computador pode ficar extremamente lento e permitir que hackers instalem worms e cavalos de tróia para, depois, ter acesso às informações pessoais, logins, senhas e até mesmo fotos.

Quedas

Os celulares e os tablets são os que mais sofrem com as quedas. Por serem menores e sempre transportados, esses aparelhos eletrônicos acabam se tornando alvos de quedas, que podem ir de rachaduras na tela até quebra. Por isso, ter cuidado é essencial. 

Água

Muitos aparelhos atuais são considerados à prova d’água, mas nem tudo é o que parece. Apesar dessa intitulação, os eletrônicos acabam, em algumas situações, não cumprindo com o esperado.

Ademais, além de haver uma diferença entre as nomenclaturas (à prova d’água e resistente à água), é preciso ter a certeza que o seu aparelho consegue aguentar tal situação.

Cada celular possui uma resistência diferente, ou seja, alguns aguentam até três metros de profundidade e só podem ser usados na piscina ao invés da água do mar. Então, prestar atenção nisso antes de submeter seu aparelho a situações que envolvem água é imprescindível.

Roubos e furtos

O enorme aumento da desigualdade na sociedade permitiu uma ascensão no que diz respeito aos roubos de eletrônicos, principalmente, dos celulares, já que eles são os mais expostos aos riscos por andarem com as pessoas em todas as situações. 

Toda essa problemática ajudou as empresas de seguros de eletrônicos a adicionarem pacotes com proteção para roubo. A depender do valor do aparelho, é muito válido providenciar tal medida protetiva, uma vez que as cidades estão cada vez mais perigosas e propensas a roubos e furtos.

07 dicas para manter seus eletrônicos seguros:

  • Como já falamos anteriormente, não clique em links desconhecidos ou em anúncios suspeitos – tanto faz o lugar que esteja, no WhatsApp, Facebook, Instagram ou e-mail, sempre suspeite de ofertas boas demais e que não possuam preços similares aos que o produto tem no mercado;
  • Instale um antivírus para proteger seu computador, celular ou tablet e, também, os seus dados – ter um eletrônico invadido por um vírus pode chegar a ser perigoso. Ele é capaz de acessar e ter domínio sobre suas informações pessoais, o que põe você e seus conhecidos em risco, já que quem faz isso se aproveita da situação para aplicar golpes em contas bancárias e, ainda, em amigos e parentes;
  • Aumente a privacidade das suas redes sociais – hoje, as redes são ótimas formas de propagar vírus, logo, além de utilizar seu VPN (sistema que te protege dos sites) e da instalação do antivírus, adquira a verificação em duas etapas, como ocorre no WhatsApp, ou coloque senhas de acesso diferentes nos apps;
  • Use capinhas e películas – a proteção contra quedas é muito importante, por isso, adicione uma boa película e use uma capinha protetora. Nos dias de hoje, muitos celulares também são feitos de vidro na parte traseira. No entanto, não é só com eles que devemos nos preocupar. Os tablets, em muitos casos, são privados de películas para não estragar o contato da caneta touch com a tela, porém, as capas se tornam um elemento primordial. Já os notebooks não sofrem tanto com essas questões, pois são mais difíceis de sofrerem quedas, mas, mesmo assim, uma boa capa protetora para guardá-lo depois do uso é bem interessante;
  • Verifique as configurações do seu celular e veja se ele realmente possui permissão para ser inserido na água – as especificações ficam na caixa do aparelho ou em algum papel, mas você pode solicitar à marca explicações sobre o tema e, dessa forma, evitar acidentes inesperados;
  • Faça um seguro que proteja seu aparelho de queda;
  • Faça um seguro que proteja seu aparelho de roubo e furto qualificado.

Nas duas últimas dicas, nós podemos te ajudar. Com o nosso Seguro Celular, seu aparelho fica protegido contra roubo, furto qualificado e quebra, por meio de uma queda acidental. Mas, além disso, também oferecemos uma cobertura para danos por líquidos e para sinistros ocorridos no exterior.

Quer fazer uma simulação e ainda descobrir que temos o melhor preço? Acesse o site do Seguro Celular Ciclic e contrate de maneira 100% digital!