Ciclic

Desconto hiperbólico é uma alternativa do cérebro pra te fazer gastar mais. Elimine ele agora mesmo.

Essa técnica faz com que você valorize mais as recompensas imediatas e tenha dificuldade com planejamentos financeiros.

Você pode nunca ter ouvido falar no desconto hiperbólico, mas ele com certeza está presente na sua vida. Uma maneira de compreendê-lo é com um famoso ditado popular que os brasileiros adoram usar:

É melhor ter um passarinho na mão do que dois voando.

O ditado fala sobre evitar riscos desnecessários, garantindo o que já temos, ao invés de arriscar para conseguir um pouco mais.

O conselho pode ser bastante útil, mas tem quem use da maneira errada.

Passando do ditado para a realidade, imagine que os passarinhos são dinheiro. Em um determinado momento, você precisa adquirir um produto e recebe a seguinte proposta: se você pagar à vista, custa R$100. O preço do mesmo produto parcelado sobe para R$150.

Como você quer muito aquele produto naquele momento e demoraria mais um mês para poder realizar o pagamento à vista, você decide pagar R$150.

Segundo especialistas, isso caracteriza o desconto hiperbólico. Ele só funciona porque nosso cérebro prefere recompensas imediatas a benefícios no futuro. Ou seja, um passarinho na mão.

desconto hiperbólico mulher fazendo contas

Saiba o que fazer para evitar as armadilhas do cotidiano:

Recompensas imediatas

O cérebro humano é bastante complexo, mas pequenas armadilhas fazem com que decisões erradas sejam facilmente tomadas.

Por uma tendência cognitiva que, segundo especialistas, pode estar relacionada com o nosso instinto de sobrevivência, nós preferimos recompensas imediatas e menores a gratificações futuras e maiores.

Por isso, as pessoas frequentemente preferem comprar um produto imediatamente e pagar um pouco mais caro, ao invés de esperar um curto período de tempo e economizar o dinheiro. E isso não acontece só com nossas economias, mas também com o nosso tempo.

A chamada procrastinação, ato de adiar tarefas com frequência, parte do mesmo princípio. O cérebro prefere um breve descanso agora a realizar as tarefas para poder relaxar sem preocupações posteriores.

Esse desconto tem uma variação diferente conforme o período de tempo que se discute.

Por exemplo, com uma proposta para receber R$1 hoje ou R$2 amanhã, é comum que a segunda opção seja escolhida. No entanto, se esse intervalo de tempo aumentar para um mês ou um ano, a tomada de decisão muda.

Por isso, é muito importante tomar cuidado na hora de gastar dinheiro e exercitar o pensamento em longo prazo.

Veja também – Com quantos anos preciso começar a economizar?

Como não cair no desconto hiperbólico

Um grande exemplo do desconto hiperbólico presente no nosso dia-a-dia são as compras parceladas.

Muitas lojas vendem produtos com pagamentos a prazos curtos, como três meses, sem cobrança de juros. No entanto, quando o parcelamento é mais extenso, é comum que o valor do produto aumente no final do pagamento.

O ideal é evitar as compras parceladas, especialmente aquelas que se perdem de vista e que tendem a ter juros mais altos. Para isso, é necessário se planejar.

Se o seu celular não está funcionando tão bem e você pretende comprar outro em breve, comece a economizar dinheiro. Assim, na hora da compra, será possível realizar o pagamento à vista ou em poucas parcelas.

Encontre um método para ajudar no seu planejamento financeiro. Ter uma planilha dos seus gastos mensal ou anotar suas compras diárias é um bom começo. A técnica japonesa Kakeibo é bastante eficiente e tem ajudado muitas pessoas a economizar para o futuro.

O mais importante é que, ao invés de cair na armadilha da recompensa imediata, você exercite o pensamento em longo prazo.

compras desconto hiperbólico

Não deixe de ver – Economia doméstica: 05 armadilhas que te impedem de guardar dinheiro.

O valor do futuro

Nosso instinto de sobrevivência, herdado dos nossos antepassados, foi desenvolvido sob condições de vida muito diferentes das atuais. Antes, não existia uma preocupação com o futuro, porque a perspectiva de que ele chegasse era baixa.

Segundo o IBGE, a expectativa de vida dos brasileiros aumentou 30 anos entre 1940 e 2016, chegando aos 75,8 anos.

Se antes não era tão importante fazer planos a longo prazo, hoje a situação é outra.

O desconto hiperbólico funciona de acordo com o valor que nós depositamos no futuro. Ou seja, aqueles que têm perspectiva de chegar aos 75 anos valorizam mais recompensas em longo prazo do que aqueles que esperavam alcançar apenas os 45 anos de idade.

Apesar das previsões da expectativa de vida terem aumentado, algumas pessoas têm dificuldade de projetar situações futuras. Pensando nisso, pesquisadores estadunidenses utilizaram recursos de realidade virtual para que entrevistados jovens visualizassem como serão quando idosos.

Isso foi feito para que os jovens desenvolvessem empatia consigo mesmos, só que anos à frente. Assim, a relação com o tempo e o valor dado para o futuro seriam influenciados de maneira positiva desde o presente.

Por isso, analise com cuidado gastos que geram recompensas imediatas mas podem privar você de um dinheiro que fará falta depois.

Uma viagem de férias cara com os seus amigos agora pode parecer muito mais atraente do que poupar e investir em sua previdência privada. No entanto, garantir reservas para o futuro é muito mais importante do que gerar uma recompensa breve no presente.

Para evitar as armadilhas do desconto hiperbólico, é necessário mudar a maneira como você pensa e a sua relação com planejamentos. Com isso em mente, não deixe de abrir seu plano na Ciclic e fique livre de preocupações financeiras no futuro.

Deixe seu melhor e-mail para receber nossos conteúdos