Ciclic

Confira a lista dos países onde brasileiros podem entrar

Depois de alguns meses com as malas guardadas no armário, quem pretende viajar esse ano, já possui alguns destinos disponíveis.

Desde que o coronavírus apareceu no início de 2020 na China, o mundo inteiro parou por causa dos acontecimentos gerados durante a pandemia. Muitos países fecharam as fronteiras, e com isso impedindo os turistas de entrarem em diversos destinos ao redor do mundo.

Com a chegada da vacina para o COVID-19, aos poucos alguns países vão retornando os voos internacionais, e com o intuito de te ajudar na programação das próximas viagens, nós separamos os destinos que estão aceitando brasileiros.

Confira:

Afeganistão

O Afeganistão retornou com os voos internacionais, os viajantes precisam realizar o exame de COVID-19 até 72 horas antes da viagem e utilizar máscara em locais públicos.

África do Sul

O país foi reaberto para todas as nacionalidades, com isso para viajar a África do Sul, basta apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19 obtido até 72 horas antes do embarque.

Albânia

Desde o dia 1º de julho as restrições para viajantes foram suspensas. Os turistas podem entrar no país sem visto, o uso de máscaras é obrigatório.

Andorra

As fronteiras estão abertas para todos os países, porém cada país possui um critério de entrada diferente. Apenas viajantes europeus podem entrar no país sem realizar quarentena, as demais nacionalidades devem realizar a quarentena de 15 dias.

Angola

Os voos ao país retornaram, mas é preciso realizar o exame de PCR até 72 horas antes do embarque e apresentar o resultado negativo. Ao chegar na Angola, todos estão sujeitos à quarentena por 14 dias.

Antígua e Barbuda

As fronteiras das ilhas Antígua e Barbuda reabriram dia 1 de junho. É obrigatório o uso de máscaras em locais públicos, e apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19. Quem optar por não apresentar o resultado negativo terá que realizar o teste no local ou ficar 14 dias de quarentena.

Armênia

As fronteiras estão abertas para estrangeiros e turistas, basta apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19 e ficar 14 dias em quarentena.

Bahamas

As fronteiras estão abertas desde 15 de outubro. Para viajar para as Bahamas é necessário enviar o resultado negativo do teste de COVID-19 5 dias antes da chegada, preencher o formulário Bahamas Health Visa Card e ficar 14 dias em quarentena.

Barbados

As lojas, parques e restaurantes foram reabertos, de acordo com o Serviço de Informações do Governo de Barbados. O Aeroporto Internacional Grantley Adams reabriu para voos comerciais e turistas. As praias estão liberadas das 5h às 18h30.

Viajantes de países com altos números de casos COVID-19 devem apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19 feito até 72 horas antes do embarque, ou realizar o teste ao chegar em Barbados, permanecendo de quarentena até o resultado do teste sair.

Bermudas

As fronteiras estão abertas para todos os viajantes. É obrigatório apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19 até 5 dias antes do embarque. Os passageiros devem preencher um formulário de viagem e pagar US$75 de taxa.

Ao chegar na ilha, todos estão sujeitos a checagem de temperatura e 14 dias de quarentena. Durante o período na ilha, todos serão testados e terão que medir a temperatura e reportar às autoridades online duas vezes ao dia.

Bielorrússia

Desde 15 de julho a Bielorrússia voltou a receber estrangeiros, a apresentação do resultado negativo do teste para COVID-19 realizado em até 48h é recomendável, mas não obrigatória.

Bolívia

Desde o dia 1 de setembro os voos internacionais foram retomados, porém brasileiros só podem entrar se residirem na Bolívia. O turismo ainda não é permitido. Para as pessoas que pertencem a missões diplomáticas, missões especiais, organizações internacionais, especialistas e técnicos de diferentes áreas estão autorizadas a entrar no país. Todos devem apresentar o teste PCR com o resultado negativo para COVID-19 feito até 7 dias antes de chegar ao país.

Bósnia e Herzegovina

A Bósnia e Herzegovina reabriram em 12 setembro para todos os países, turistas brasileiros não precisam de visto para visitar o país por até 90 dias. O resultado negativo do teste para COVID-19 feito em até 48h antes de chegar ao destino será solicitado.

Butão

Os passageiros precisam apresentar o resultado negativo do exame de PCR para COVID-19 até 72 horas antes do embarque. Os viajantes estão sujeitos a triagem médica e quarentena por 21 dias.

Camboja

As fronteiras estão abertas para os turistas, porém é preciso seguir alguns requisitos, como: teste obrigatório, quarentena, depósito de 3 mil dólares e taxas extras. Para entrar no país é necessário apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19 feito até 72 horas antes do embarque, e seguro viagem de pelo menos US $50.000. Se algum passageiro no voo estiver contaminado, os demais serão obrigados a ficarem 14 dias de quarentena.

Chile

Desde 23 de novembro, o Chile está reaberto para todos os países. Para viajar ao país, todos devem apresentar o teste PCR negativo para COVID-19 com até 72 horas antes do embarque, preencher o formulário do viajante com detalhes de origem, destino e estado de saúde. A quarentena de até 7 dias é obrigatória para todos que chegarem.

Coreia do Sul

O país retornou com os voos internacionais. Brasileiros precisam de um visto temporário de entrada. Todos os passageiros devem apresentar o resultado negativo do teste PCR para COVID-19 feito até 3 dias antes do embarque, além de estarem sujeitos a 14 dias de quarentena.

Costa do Marfim

Costa do Marfim já está recebendo os turistas, é necessário apresentar o resultado negativo do teste para COVID-19 realizado até 72 horas antes do embarque, além de preencher um certificado de saúde no site do governo do país.

Costa Rica

Para entrar no país os viajantes devem ter um seguro saúde que cubra COVID-19 e preencher um formulário de saúde.

Croácia

A fronteiras foram abertas dia 1º de julho para todas as nacionalidades, todos devem apresentar uma razão válida para visitar o país, comprovando a reserva do hotel e preenchendo o formulário EnterCroatia.

Vale lembrar que a Croácia faz parte da União Europeia, que no momento não está aceitando viajantes vindos do Brasil.

Cuba

O país reabriu dia 15 de novembro, todos que chegarem estão sujeitos a realizar o teste de COVID-19 e preencher o formulário “Declaración de Sanidad del Viajero”, uma taxa sanitária de US $30 será cobrada.

Cuba é o primeiro país do mundo com vacinas da COVID-19 para turistas. Então se você está pensando em viajar para curtir o sol, a praia, você pode também voltar de Cuba vacinado.

Curaçao

Para entrar no país é necessário ter seguro saúde e ter o resultado negativo do teste para COVID-19. Todos os viajantes estão sujeitos a quarentena.

Dominica

As fronteiras estão abertas para os turistas. Para entrar no país é necessário realizar o envio do resultado negativo do teste para COVID-19 entre 24h e 72h antes do embarque.

Dubai

É necessário apresentar o resultado do exame para COVID-19 com resultado negativo realizado até 96 horas antes do embarque e possuir seguro saúde. Quem tiver o resultado positivo para COVID-19 deverá ficar isolado por 14 dias por conta própria. Todos estão sujeitos a triagem térmica na chegada.

Egito

As fronteiras estão abertas para todos os turistas, o preenchimento do “Cartão de Saúde Pública”, seguro saúde e resultado negativo do teste de COVID-19 feito com até 96 horas antes do embarque é obrigatório. Brasileiros podem entrar no Egito, desde que tenham o visto egípcio.

El Salvador

Os voos para o país foram retomados, é necessário apresentar o resultado negativo do teste PCR para COVID-19 emitido até 72h horas antes do embarque.

Equador

Para viajar ao país é necessário apresentar o resultado do exame PCR negativo emitido até 72h horas antes do embarque e realizar 14 dias de quarentena.

Escócia

A entrada para os turistas está permitida, porém, é necessário quarentena de 10 dias se você esteve em um país da “lista vermelha” como o Brasil.

Eslovênia

As fronteiras estão abertas desde julho, os passageiros que não apresentam o resultado negativo do teste para COVID-19 feito até 48 horas antes da chegada, estão sujeitos a quarentena.

Estados Unidos

Brasileiros podem entrar nos Estados Unidos, desde que tenham ficado 14 dias de quarentena em outro país.

Espanha

Para brasileiros entrarem no país é necessário realizar a quarentena de 15 dias em outro país.

Etiópia

O país está recebendo visitantes desde que seja apresentado o resultado negativo do teste para COVID-19 realizado em até 5 dias antes do embarque.

Granada (Grenada)

Os voos internacionais foram retomados, todos que pretendem visitar o país devem preencher um Formulário de Declaração de Saúde antes de chegar ao país, e ter feito o teste PCR até 7 dias antes do embarque.

Guatemala

Para entrar no país é necessário apresentar o resultado negativo do teste para COVID-19. Caso os passageiros não tenham feito o exame, a quarentena de 14 dias pode ser solicitada.

Haiti

O país está aberto para turistas, porém, as regras para entrar no Haiti ainda não estão 100% claras. Alguns rumores dizem que é apenas necessário o preenchimento do formulário de saúde, outros dizem que a quarentena de 14 dias é obrigatória.

Honduras

Para entrar em Honduras, basta apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19 realizado até 72h antes do embarque.

Inglaterra

Apenas viajantes com permissão ou residência no Reino Unido podem entrar no país. Todos devem realizar 10 dias de quarentena.

Irlanda

Ao chegar no país é necessário realizar 14 dias de quarentena.

Irã

As fronteiras estão abertas, todos os viajantes precisam entrar no site do governo e solicitar o visto antes da viagem. O teste de COVID-19 deve ser realizado até 96h antes da chegada e ao chegar no Irã todos devem preencher um documento de saúde.

Iraque

Ao chegar no país todos estão sujeitos a quarentena e triagem médica.

Jamaica

Para entrar no país, é necessário apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19 emitido em até 10 dias antes do embarque.

Jordânia

Para viajar ao país, é necessário preencher o formulário e obter o QR code antes do embarque, no site VisitJordan.gov.jo e apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19 feito até 120 horas antes de embarcar.

Kosovo

O país não possui restrições para turistas, mas é recomendado a apresentação do resultado do teste negativo para COVID-19 realizado até 19 dias antes do embarque.

Líbano

Passageiros de países com altos números de casos devem apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19 realizado até 72 horas antes do embarque, ou realizar um teste ao chegar no país.

Libéria

Os viajantes que não apresentarem o resultado negativo do teste de COVID-19 terão que realizar quarentena.

Macedônia do Norte

O país europeu não conta com restrições, apenas é obrigatório o uso de máscaras.

Maldivas

O turismo internacional foi retomado, é necessário apenas o resultado negativo do teste PCR para COVID-19 feito em até 96 horas antes de embarcar. Passageiros que tiveram escalas por mais de 24h devem realizar o teste novamente.

México

O país está aberto sem exigir quarentena ou exames. O formulário Cuestionario de indentificacion de factores de riesgo en viajeros deve ser apresentado no desembarque no país.  

Namíbia

Os voos internacionais foram retomados. O resultado do teste PCR negativo para COVID-19 realizado até 72h antes e o questionário epidemiológico devem ser apresentados ao chegar no país, além de um seguro viagem que cubra os gastos médicos e quarentena de 7 dias obrigatória.

Nicarágua

Os aeroportos e as fronteiras foram abertas para os turistas, é necessário apenas a apresentação do resultado negativo do exame para COVID-19 feito com até 72h antes do embarque.

Nigéria

Para entrar no país africano é necessário testar negativo para o exame de COVID-19 com até 96 horas antes de chegar ao país.

Omã

Os passageiros que possuem visto podem entrar no país, todos estão sujeitos a quarentena de 7 dias e devem realizar o teste de PCR ao chegar no país.  É necessário preencher um formulário online, baixar o app Tarassud+ e possuir um seguro viagem com cobertura para coronavírus.

Panamá

Para entrar no país é necessário apresentar o resultado negativo do teste para COVID-19 realizado até 48 horas antes da viagem. Os passageiros que não apresentarem o teste terão que realizar o exame ao chegar no país.

Paraguai

Os aeroportos e a Ponte da Amizade foram reabertas em outubro, é necessário preencher o formulário de informações sobre saúde do viajante um dia antes da viagem, e apresentar o resultado negativo do exame PCR para COVID-19 emitido até 72 horas antes do embarque ou ficar 14 dias em quarentena.

Peru

Os voos internacionais estão circulando desde 1º de outubro. Para entrar no país é necessário preencher o formulário “Declaración Jurada de Salud” 72 horas antes do embarque, e ao chegar no país apresentar o resultado negativo do teste para COVID-19 feito até 72 horas antes de embarcar.

Polinésia Francesa

Todos os visitantes precisam apresentar o resultado negativo do teste de COVID-19 emitido até 3 dias antes da viagem, o seguro viagem que cubra despesas médicas também é obrigatório. Todos estarão sujeitos a serem testados quatro dias após a chegada.

Quênia

Algumas nacionalidades além de apresentarem o resultado negativo do exame para COVID-19 emitido até 96 horas antes da viagem e preencherem um formulário, também estão sujeitas a 14 dias de quarentena, confira a lista dos países isentos.

Reino Unido

O brasileiro que decidir visitar o Reino Unido terá que permanecer 14 dias de quarentena. Quem descumprir a regra, pode pagar multa de até £ 1 mil.

República Dominicana

Ao chegar no país, todos os viajantes estarão sujeitos a verificar a temperatura, e caso esteja acima de 38º ou apresentem sintomas de COVID-19 serão submetidos a teste de COVID-19, quarentena e tratamento. Todos deverão preencher um formulário de Declaração de Saúde do Viajante.

Ruanda

O país não possui restrições para nacionalidades ou origem de voo, os passageiros apenas devem apresentar o resultado negativo do teste para COVID-19 feito até 72 horas antes do embarque. Todos serão testados novamente na chegada ao país.

Saint Martin

As ilhas do Caribe voltaram a receber viajantes, todos precisam apresentar o resultado negativo do COVID-19 emitido até 120h antes da viagem, também é necessário preencher um formulário online antes do embarque.

São Vicente e Granadinas

Todos os viajantes que não apresentarem o resultado negativo do exame para COVID-19 realizado 48 horas antes do voo, ou teste de anticorpos feito nos últimos 5 dias, terão que fazer o teste ao desembarcar e permanecer 24 horas em um hotel de quarentena, aguardando o resultado.

Caso o teste dê positivo, os passageiros terão que permanecer 14 dias de quarentena.

Santa Lúcia

Para entrar na ilha, é necessário que todos os viajantes apresentem o resultado negativo do teste de COVID-19 realizado em até 48 horas antes do embarque.

Sérvia

Todas as restrições de entrada para estrangeiros foram suspensas, é necessário apenas o uso de máscaras em lugares públicos.

Seychelles

O país está reaberto para voos internacionais, porém apenas para passageiros vacinados contra a COVID-19.

Tailândia

As fronteiras foram reabertas incluindo os brasileiros, que são isentos de visto por 90 dias. Todos ao chegarem precisam apresentar o resultado negativo do teste para COVID-19 realizado até 72 horas antes do embarque, além de seguro saúde com cobertura para COVID-19 de pelo menos US$100.000, comprovante da reserva em um dos hotéis autorizados pelo governo para realizar 15 dias de quarentena, certificado de entrada e um atestado médico confirmando que o passageiro está em condições de voar.

Tanzânia

O país retornou os voos internacionais e está aberto para os brasileiros, contanto que tenham o visto. Todos os viajantes deverão preencher o formulário de vigilância sanitária.

Turks and Caicos

Os turistas podem visitar as mais de 40 ilhas de Turks and Caicos, atualmente existe um toque noturno de recolher e é obrigatório o uso de máscara em lugares públicos.

Turquia

Os brasileiros que desejam entrar na Turquia devem realizar a quarentena em outro país, e depois ir para o território turco. Todos os viajantes devem apresentar o resultado negativo do teste para COVID-19 realizado em até 72 horas antes de embarcar.

Ucrânia

Os brasileiros podem viajar para a Ucrânia, mas é necessário permanecerem 14 dias em quarentena. Todos os viajantes devem possuir seguro que cubra eventuais despesas médicas, e estão sujeitos a quarentena.

Zâmbia

O país não possui quarentena obrigatória, porém é necessário obter a autorização eletrônica de entrada (eVisa) ou o visto na representação consular. Ao chegar no país é necessário apresentar o resultado negativo para COVID-19 até 14 dias antes da viagem.

Zimbábue

Para entrar no país é necessário apresentar o resultado negativo do teste para COVID-19 feito até 48h antes do embarque.

Para viagens internacionais e nacionais você conta com o Seguro Viagem Ciclic! Que te protege contra mala extraviada e possui assistência médica para COVID-19.

Para saber mais, acesse o link