Blog Ciclic: Dicas e informações sobre seguros e serviços

Celular usado: veja seus benefícios e malefícios

Nos últimos anos, os preços dos smartphones subiram consideravelmente no Brasil. Em cenários como esse, as pessoas começam a considerar a compra de um celular usado com o objetivo principal de economizar.

No entanto, mesmo que seja uma boa opção financeira comprar um celular usado, é necessário avaliar alguns critérios antes, como as características do aparelho, para você não ser surpreendido no futuro com algum defeito ou problema.

Nesse sentido, neste artigo, mostraremos quais são os benefícios e malefícios de comprar um celular usado e o que avaliar ao fazer essa compra. Confira!

Compra de celular usado. | Foto: Freepik.

Quais os benefícios de comprar um celular usado?

Entre os benefícios de comprar um celular usado, o principal deles é o valor, pois você pode economizar até 60% do preço de um smartphone novo. Essa solução é muito indicada para aqueles que desejam ter um aparelho bom pagando um valor acessível.

Outro ponto positivo está relacionado ao meio ambiente, pois comprar um celular usado ajuda a reduzir o lixo eletrônico que impacta de forma negativa na sustentabilidade do planeta, já que milhares de pessoas trocam de smartphones todos os anos e, muitas vezes, jogam seus antigos aparelhos em lixos comuns, o que é um erro.

Quais os malefícios de comprar um celular usado?

Se de um lado são encontrados os benefícios de comprar um celular usado, do outro é necessário avaliar os possíveis malefícios desse tipo de negócio.

O primeiro deles também está relacionado ao preço. Se o smartphone estiver em um bom estado de conservação, a depreciação do valor será pequena. Além disso, não são todas as pessoas que estão dispostas a vender celulares com um preço muito abaixo do pago na loja. Dito isso, é importante avaliar se vale a pena comprar um aparelho usado ou se é melhor adquirir um novo por um valor um pouco maior. 

Outro ponto importante é que, na maioria das vezes, você não recebe garantia depois de comprar um celular usado. Isso significa que, se o aparelho apresentar algum problema técnico, você terá que arcar com os custos. Uma solução é comprar seu smartphone usado em algum site especialista de venda que forneça uma garantia de 2 ou 3 meses para cobrir possíveis problemas técnicos.

A terceira desvantagem está ligada à desonestidade na hora da venda. Mesmo que o celular aparente estar em perfeito estado pelo lado de fora, ele pode apresentar problemas internos, ser falsificado, ser roubado ou até mesmo ter passado por inúmeros consertos e a pessoa que está vendendo pode não te informar nada sobre isso.

Quais os cuidados necessários na hora da compra?

Separamos uma lista com alguns cuidados que você deve ter ao comprar um celular usado. Confira:

Saiba como comprar um bom celular usado. | Foto: Freepik.

Fique atento à procedência do produto

Diferentemente do que acontece quando compramos um smartphone novo, nem sempre o produto usado está dentro do prazo de garantia. Assim, em caso de eventuais problemas, não será possível realizar a troca do aparelho. Por isso, é preciso que o vendedor seja uma pessoa ou uma loja confiável.

Sendo assim, sempre solicite a nota fiscal de compra do celular. Ela é um documento que garante que, na origem, o produto tinha procedência legal. E caso o vendedor diga que não possui mais a nota do aparelho, ele pode tirar uma segunda via na loja onde o comprou, pois é algo relativamente fácil de se fazer.

Além da nota, quanto mais elementos originais o smartphone tiver, melhor. Pergunte por caixa, fones, carregador, manuais e etc. Geralmente, quem compra o celular pensando apenas em ficar com ele, sem revender, pode não ter mais a caixa, mas, mesmo assim, pedir a nota fiscal irá garantir a procedência do aparelho.

O motivo para essa precaução é o enorme volume de smartphones roubados. Segundo a Polícia de São Paulo, cerca de 20,6% dos produtos roubados no estado são celulares. 

Verifique o IMEI

Todo celular tem um número universal de identificação chamado IMEI. Então, quando um smartphone é roubado, o dono pode informá-lo à operadora e diante dessa informação, o IMEI pode ser cancelado.

Por isso, caso o celular que você esteja comprando seja usado, cheque seu IMEI. Se ele foi bloqueado por alguma razão, não compre de forma alguma. Ainda que o aparelho não seja roubado, o bloqueio pode resultar na interrupção do funcionamento da linha a qualquer momento.

Você sabe como encontrar o IMEI? Confira este conteúdo do Blog da Ciclic!

Preste atenção nos detalhes

Os celulares estão o tempo todo nos acompanhando. Em casa, no trabalho e nos momentos de lazer. Por essa razão, é natural que com o passar do tempo surjam marcas de uso nele e mantê-lo intacto durante um ou dois anos pode ser relativamente simples para algumas pessoas e complicado para outras. Por isso, uma boa saída é procurar aparelhos com película. 

Marcas de amassado ou trincado significam que o celular caiu e essa questão não é apenas estética. Com a queda, a possibilidade de algum dano interno existe e pode ser que o aparelho não resista a uma próxima queda ou possa apresentar problemas com o tempo. Diante disso, antes da compra, verifique se esses riscos não comprometem o produto.

No caso da tela, redobre a atenção: alguns riscos podem prejudicar a sensibilidade ao toque, tornando o celular pouco responsivo aos comandos.

Mas se não for possível examinar o aparelho antes da compra, peça para ver fotos com a tela desligada e o smartphone contra a luz para perceber se ele está intacto.

Verifique a disponibilidade de atualizações do modelo

Em geral, os fabricantes garantem a atualização do sistema operacional Android para mais duas versões além da original. No caso do iOS, é um pouco mais longa: até quatro gerações. Portanto, na hora da compra, você deve contar os anos a partir da data de lançamento do produto no mercado e não a partir da primeira aquisição. 

Teste as funcionalidades: câmeras, áudio e conexões

Se for possível fazer testes e utilizar o aparelho por alguns instantes antes de confirmar a compra, faça isso.

Leve um chip SIM compatível com o smartphone e faça uma ligação. Fique atento nesse quesito, pois há celulares que aceitam apenas micro-SIM.

Também teste as câmeras, veja se há modificações no sistema operacional e, se possível, o sinal de Wi-Fi.

Siga o seguinte checklist que preparamos:

1. Teste as câmeras, traseira e frontal, e veja se as fotos não estão embaçadas;

2. Verifique o áudio: esse tipo de problema é comum, por isso, analise se o som está saindo de forma clara;

3. Examine o microfone: faça um teste com comandos de voz, pois o microfone costuma ser um item frequente na lista de problemas;

4. Teste os botões: veja se eles não estão soltos e se estão respondendo com precisão aos comandos;

5. Cheque os conectores: veja se a entrada USB não possui rachaduras ou pinos tortos aparentes;

6. Observe a conexão: o celular se conecta de forma estável a uma rede Wi-Fi? Faça esse teste em uma rede da sua confiança.

É seguro comprar celular usado?

De acordo com as informações que apresentamos nos tópicos anteriores, é possível concluir que comprar um celular usado pode ser um bom negócio, mas, ao mesmo tempo, um risco. A verdade é que somente a avaliação do produto poderá dizer.

Caso você queira comprar um por motivos financeiros, nossa sugestão é que busque sites confiáveis ou adquira diretamente com pessoas que você conheça. Dessa forma, você terá mais segurança nas informações fornecidas e poderá confiar na procedência dele.

Quais cuidados tomar durante o uso?

Agora, imagine que você encontrou um bom negócio e conseguiu comprar seu celular usado. Mesmo que você tenha realizado uma avaliação prévia, por precaução, alguns cuidados devem ser tomados durante o uso.

Assim que o aparelho estiver em suas mãos, opte por resetá-lo para evitar que qualquer informação do antigo proprietário fique no celular. Além disso, observe de forma constante, principalmente nas primeiras semanas de uso, se o smartphone está realizando todas as funções de maneira eficiente.

E para proteger e garantir uma segurança maior para o seu celular usado, uma ótima opção é fazer um seguro para ele. O da Ciclic oferece uma cobertura completa e internacional, contra roubo, furto qualificado, quebra e danos causados por líquidos. Não espere mais e faça o seu Seguro Celular!