Blog Ciclic: Dicas e informações sobre seguros e serviços

Celular superaquecendo: entenda o motivo e como evitar

Quando se possui um aparelho eletrônico, é essencial saber de problemas comuns que podem acontecer e um deles é o superaquecimento. Um celular superaquecendo, por exemplo, pode indicar esse mau funcionamento por vários motivos.

O uso prolongado em aplicativos pesados, bugs no sistema operacional, bateria com defeitos e algum componente interno defeituoso são alguns fatores que causam esse superaquecimento. Mas antes de se desesperar e jogar nas ferramentas de pesquisa “celular superaquecido o que fazer” ou “meu celular está aquecendo muito”, continue a leitura.

Neste guia, vamos te ajudar com a pergunta: “por que meu celular está esquentando?” e dar dicas do que fazer e como prevenir o problema.

Por que o celular está superaquecendo?

Basicamente, há três partes do aparelho que mais esquentam: a bateria, a tela e o processador. Todas elas estão diretamente ligadas com a corrente elétrica que percorre os condutores por um período de tempo determinado. Assim, quanto mais for o poder de processamento, mais consumo de energia e calor será gerado.

Dessa maneira, se você estiver vendo um filme no seu celular com a tela em seu brilho máximo, é fato que desencadeará o superaquecimento. Outro exemplo é caso você esteja jogando um jogo pesado por muitas horas, sem intervalos. E mais um fato é que um celular carregando é um celular superaquecendo, já que, nesse momento, o aparelho está recebendo energia direta de outra fonte, porém, isso nem sempre é sinônimo de problema, principalmente quando seu carregador é do tipo turbo, ou seja, que carrega mais rápido.

Existem outros diversos fatores que contribuem para um celular superaquecendo. Listamos alguns deles abaixo. Confira:

● Quando há diversos aplicativos abertos e sendo executados em segundo plano;

● Quando há algum bug no sistema operacional;

● Quando acontece um bug em qualquer app que esteja em execução;

● Ligações telefônicas longas;

● Aplicativos que são muito pesados para o processador ou GPU do aparelho;

● Restauração com backup;

● Papéis de paredes que são animações 3D;

● Bateria defeituosa;

● Celular infectado por vírus;

● Deixar Bluetooth e Wi-Fi ligados quando não estão sendo usados;

● Rodar jogos muito pesados por um longo período de tempo;

● Gravar vídeos em resoluções muito altas ou fazer streaming de vídeo por um longo período de tempo;

● O brilho da tela ficar no máximo sempre;

● A capa do celular não possuir saídas adequadas para ventilação do aparelho;

● O carregador estar com defeito ou ser de uma marca não confiável.

Como já mencionamos por aqui, o superaquecimento pode vir de vários motivos, mas um dos principais culpados, normalmente, é a exposição a altas temperaturas, como utilizar o celular sob um sol muito forte em um dia de verão ou deixá-lo em um carro fechado.

O que fazer nesses casos?

Uma dica para verificar se o aparelho está realmente esquentando mais do que deveria é baixar aplicativos como o Cooling Master e CPU-Z.

Caso você perceba o superaquecimento, siga os seguintes passos:

  • Desligue o celular e tire-o da tomada, caso esteja carregando;
  • Remova a capa ou case protetora, se houver;
  • Mantenha o aparelho em um lugar fresco e arejado, longe do sol ou qualquer tipo de luz forte até ele esfriar.

Outra dica é evitar colocar o smartphone em mesas ou bancadas de pedra fria, caso a parte de trás do eletrônico seja de vidro, pois isso pode acabar causando um choque térmico e provocar rachaduras no aparelho.

Como prevenir o superaquecimento?

Depois de entender muito sobre um celular superaquecendo, que tal prevenir esse problema? Veja nosso guia:

1.   Remova a capa protetora

As capas são necessárias, na maior parte dos casos, para proteger o aparelho de impactos e arranhões, mas elas também podem servir como uma estufa, obstruindo a saída de calor do celular. Se o seu smartphone está aquecendo além do razoável, tire a capa e coloque-o em um lugar arejado.

Faça isso, principalmente, quando for carregar o aparelho, já que a corrente elétrica com certeza vai aumentar a temperatura da bateria. Quando esfriar, coloque a capa novamente.

2.   Feche e/ou apague aplicativos

Quanto mais o processador estiver se esforçando, mais ele precisará de energia e, portanto, irá gerar calor.

O melhor jeito de resolver essa situação é simplesmente fechar os aplicativos que não estiverem em uso. Alguns deles, como antivírus, ficam rodando em segundo plano e, assim, sempre exigem algum trabalho da CPU também.

Caso isso não resolva, você também pode parar o funcionamento ou apagar aqueles apps que não abre mais. É sempre bom fazer uma limpa no seu celular para garantir que ele consiga desempenhar suas funções sem fazer um esforço grande e desnecessário.

3.   Evite altas temperaturas

As baterias de íon-lítio são bem sensíveis ao calor e acabam sofrendo quando a temperatura passa dos 30ºC. Na maior parte do Brasil, é naturalmente complicado manter o aparelho abaixo desse nível, mas, mesmo assim, é recomendável tentar amenizar a situação.

Por isso, nunca deixe seu celular recebendo luz direta do sol, principalmente em lugares fechados e abafados, como o interior de um carro. Também não deixe o aparelho perto de um fogão, churrasqueira ou qualquer tipo de fonte de calor.

Sempre que estiver em um lugar muito quente, a primeira recomendação é tirar a capa protetora. Não se esqueça que um celular superaquecido pode até explodir, ainda que essa seja uma situação muito rara.

4.   Verifique o carregador

Carregadores defeituosos podem desencadear um celular superaquecendo. Isso acontece porque fios mal soldados ou desencapados podem falhar na hora de receber a passagem da corrente elétrica, apresentando risco de até curtos-circuitos.

Outra dica é sempre optar pelo produto original, mesmo que o custo seja mais alto. Sempre adquira modelos de acordo com as especificações corretas do seu smartphone e cheque se o aparelho tem suporte ou não a um carregador turbo.

Inclusive, é importante prestar atenção em outra questão: carregadores sem fio também costumam esquentar o celular, então, se você está usando uma base wireless e o aparelho está muito quente, mude para um carregador com cabo.

Pensando ainda mais na sua segurança e na de seu celular, que tal protegê-lo com o Seguro Celular da Ciclic? Aqui, a cobertura é completa: contra roubo, furto qualificado, quebra e danos por líquidos, e internacional.