Blog Ciclic: Dicas e informações sobre seguros e serviços
Saiba como se proteger e denunciar golpes virtuais. | Foto: Pixabay.

08 dicas para se proteger dos golpes virtuais

Golpes do PIX e do WhatsApp, perfis falsos nas redes sociais e plataformas fakes de compra e venda são alguns dos golpes virtuais mais conhecidos que, atualmente, estão em um nível de evolução muito alto, lado a lado à tecnologia.

No Brasil, a marca de um golpe financeiro a cada seis segundos já foi alcançada e por mais que parte das pessoas já possui noções básicas de como se proteger, nem todas sabem como identificar e evitar essas armadilhas da internet. 

Ao longo desta matéria, você vai ver o que são golpes virtuais, quais deles são os mais utilizados e, por fim, uma lista com dicas essenciais de como se proteger. Continue a leitura!

Saiba como se proteger e denunciar golpes virtuais. | Foto: Pixabay.
Saiba como se proteger e denunciar golpes virtuais. | Foto: Pixabay.

O que são golpes virtuais?

Os golpes virtuais são crimes cibernéticos em que indivíduos mal-intencionados aproveitam oportunidades para tirar proveito de outras pessoas. Esses criminosos costumam pescar dados pessoais utilizando informações falsas por meio de mensagens de texto, e-mail ou telefone.

Esse contato é realizado de maneira genuína, a fim de atrair e induzir a vítima no fornecimento de suas informações, tais como dados bancários, cartão de crédito e senhas. Ao compartilhar esses dados, as contas bancárias e os cartões dessas pessoas são violados e elas até podem ser vítimas de crimes de falsa identidade.

Quais os golpes mais frequentes?

Veja alguns dos principais golpes virtuais que são aplicados diariamente nas vítimas brasileiras:

Clonagem do WhatsApp

Uma das fraudes mais comuns tem sido a clonagem do aplicativo de mensagens WhatsApp por meio do código de verificação.

O golpista oferece uma vantagem na contratação de algum serviço, se passando por lojas, empresas ou bancos. A partir disso, ele solicita o número do celular da vítima e envia um código SMS, no entanto, esse número é para acesso ao WhatsApp.

Golpe do PIX

Atualmente, vários golpes estão envolvendo o PIX, uma nova modalidade bancária que facilita transações.

Um deles é quando o criminoso se aproveita do desconhecimento da vítima sobre as formas de cadastro das chaves e se passa por um funcionário de alguma instituição financeira. A partir daí, o golpista oferece ajuda para informar que é preciso fazer um teste com o sistema de pagamentos para regularização do registro e a vítima acaba sendo induzida a realizar uma transferência via PIX.

Pacote de dados gratuito

Semelhante ao golpe do WhatsApp, nesse caso, o golpista promete um pacote de dados tentador com internet gratuita para a vítima. O benefício é atribuído à Anatel, que já se pronunciou e divulgou um alerta sobre as possíveis fraudes. 

Quando o usuário clica no link suspeito, ele é direcionado para um site em que precisa preencher todos seus dados sobre a linha telefônica.

Vacina contra COVID-19

Alguns criminosos chegaram a se passar pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para difundir vírus via e-mail. Os conteúdos alegavam que a vítima poderia estar infectada pela COVID-19 e ofereciam agendamentos online para a vacinação. 

Em situações como essas, as pessoas passavam todos os seus dados pessoais e contatos.

08 dicas para se proteger dos golpes virtuais

Agora que você já conheceu os golpes virtuais mais realizados, evite cair neles com essa lista de dicas que separamos de como se proteger de golpes virtuais:

1. Ofertas

Sempre desconfie de ofertas muito vantajosas e de produtos que prometem milagres.

2. Verifique o endereço do link

Não se esqueça de sempre conferir se o endereço no navegador é o oficial da empresa, além de verificar se não há complementos ou se ele se altera.

3. Evite acessar links

Prefira sempre digitar o endereço no navegador e evite clicar em links externos, seja para site de compras, redes sociais, entre outros.

4. Certifique-se de que o site é o correto

Antes de fornecer qualquer informação pessoal para a realização de uma compra, certifique-se de que o site em que você está navegando é o oficial da empresa.

5. Confira o remetente do e-mail

Ao clicar em links de e-mails, sempre verifique o remetente antes para ter certeza de que foi enviado pelo endereço oficial da empresa.

6. Cuidado ao acessar as redes sociais

Acesse suas redes sociais somente pelo aplicativo oficial instalado no seu smartphone ou ao digitar o endereço da plataforma diretamente no navegador. Jamais acesse links externos.

7. Fique atento aos dados solicitados pelas instituições financeiras

As instituições financeiras não pedem senhas e nem atualizações cadastrais via mensagens ou e-mail. Por isso, é preciso ficar atento aos comunicados. Caso algum deles solicite esses dados por meio dessas modalidades, entre em contato com a sua agência.

8. Atente-se às compras virtuais em novos sites

Caso você opte por realizar uma compra em uma loja virtual que nunca tenha comprado antes e por meio de boleto bancário, fique atento ao nome do cedente e o CNPJ. Os sites confiáveis não costumam enviar boletos em que o cedente seja uma pessoa física. 

Agora que você já sabe como se proteger dos golpes virtuais, evite outro tipo de problema e mantenha seu aparelho em segurança com a cobertura completa do Seguro Celular Ciclic!